Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 13 de julho de 2017

PESQUISA DÁ 71% DE APROVAÇÃO AO GOVERNO MUNICIPAL

A editoria do blog teve acesso a uma pesquisa realizada em Garanhuns pelo Instituto Analysis Pesquisa e Mercado entre três e 10 deste mês, com uma avaliação do Governo Municipal. Os números mostram que o prefeito Izaías Régis ainda tem muito crédito com a população de Garanhuns, pois  71% dos moradores do município aprovam sua gestão.

Segundo o instituto, 22,9 dos garanhuenses consideram o Governo Municipal como ótimo; 35, 1% acham avaliam a administração como boa e 25,4% opinam que o trabalho é regular.

Poucos mais de 15% da população julga negativamente o governo: Para 10% a gestão é péssima, outros 5,2% responderam que o trabalho é ruim.

Apesar do segundo mandato de Izaías ainda está no início, o Instituto Analysis procurou saber como a população vê a atual gestão em relação aos primeiros quatro anos de trabalho.

Para 19, 2% dos entrevistados o trabalho agora está muito melhor do que antes. 21, 1% responderam que no segundo mandato o governo está melhor e 36, 6% acham que está a mesma coisa. Na opinião de 15,7% a administração piorou e 7,7% estão convencidos de que está muito pior.

A pesquisa deixa claro que a maior preocupação do garanhuense é com a violência, tanto que  25,9% dos entrevistados querem mais segurança pública na cidade.

Pavimentação de ruas está no segundo lugar nos anseios da população. Assim, 14,7% dos pesquisados querem que sua rua seja asfaltada ou calçada.

Em terceiro lugar nas preocupações vem a saúde pública, citada por 10,7% dos que moram em Garanhuns.


Das ações que vêm sendo realizadas pela prefeitura a de maior aprovação é o Natal Luz (76,1%), seguida pela limpeza pública e coleta de lixo (76,1%), Iluminação Pública (67,2%), o Festival Viva Dominguinhos (65,7%), a conservação de praças (54,7%), atendimento nos postos de saúde  (51,5%), a situação das feiras, livres (51,2%), o trabalho da vigilância sanitária (48,8%), o desempenho do setor de educação (48,5%) e a criação da bolsa atleta, aprovada por 45% dos que responderam a pesquisa.

Foram aplicados 400 questionários nos bairros e distritos do município. O resultado mostra que a realidade, quando feita uma pesquisa científica, é diferente do que se discute nas redes sociais, da qual participam mais setores das classes média e alta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário