GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

quarta-feira, 12 de julho de 2017

MORO CONDENA LULA A NOVE ANOS DE PRISÃO

O juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

Moro deu a sentença, no começo da tarde desta quarta-feira. Na ação, o Ministério Público Federal (MPF) acusa Lula ter recebido o tríplex da OAS como propina por contratos obtidos pela OAS na Petrobras.

Apesar da condenação por ter sido o beneficiário da propriedade e reformas de um apartamento tríplex no Guarujá, o ex-presidente Lula foi absolvido da acusação feita pelo Ministério Público Federal devido aos pagamentos feitos pela empreiteira OAS para o armazenamento de parte do acervo presidencial.

O juiz Sergio Moro considerou que existiram irregularidades no custeio, mas que não há prova de que ela tenha envolvido crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Para determinar a pena de nove anos, Moro considerou que Lula agiu com "culpabilidade extremada" uma vez que os crimes teriam ocorrido em razão de sua posição como Presidente da República.

"O condenado recebeu vantagem indevida em decorrência do cargo de Presidente da República, ou seja, de mandatário maior. A responsabilidade de um Presidente da República é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crime", escreveu Moro.


Esta é a primeira vez que um ex-presidente da República é condenado por corrupção no Brasil. (Fonte: O Globo).

Os advogados do ex-presidente Lula agora têm 10 dias para apresentar a defesa do seu cliente.

Quando o juiz Sérgio Moro receber a defesa irá analisar os argumentos dos advogados e então dará a sentença definitiva na primeira instância.

Caso Moro mantenha a condenação ao petista, o julgamento irá então para uma instância superior.

Se o ex-presidente Lula for condenado também em segunda instância, antes da eleição de 2018, ficará inelegível e não poderá concorrer à presidência da República.

24 comentários:

  1. Na sentença de condenação de Lula, Sérgio Moro ressalta que a defesa tentou "TRANSFERIR A RESPONSABILIDADE" pela negociação do triplex para "A FALECIDA"...

    P.S. : - SÉRGIO MORO CONFISCOU O TRIPLEX. AGORA ELE TEM DONO. É NOSSO, É DO POVO BRASILEIRO!!!

    ResponderExcluir
  2. Apesar da condenação de quase 10 anos, Moro não pediu a prisão preventiva de Lula. “Poderá o ex-Presidente Luiz apresentar a sua apelação em liberdade”, escreve o juiz em sua decisão. “Entretanto, considerando que a prisão cautelar de um ex-Presidente da República não deixa de envolver certos traumas, a prudência recomenda que se aguarde o julgamento pela Corte de Apelação antes de se extrair as consequências próprias da condenação”, explica Moro.

    P.S. : - Sergio Moro É mesmo um herói nacional. Pena que os esquerdistas dominam o ensino de história, e daqui a 20 anos dirão aos nossos filhos que tudo era uma questão de luta de classes, que Moro representa a burguesia e o RATÃO DE SÃO BERNARDO representa os "trabalhadores".

    ResponderExcluir
  3. Que o destino de bandidos inescrupulosos do porte do LULA e dos vagabundos coiteiros que os defende seja para uns a prisão, para outros, morder o pau da venta!!!

    P.S. : - TODO APOIO AO JUIZ SÉRGIO MORO E TODA A EQUIPE DA LAVA JATO (CURITIBA). EXEMPLOS DE DIGNIDADE, RESPEITO, PROFISSIONALISMO E CIDADANIA.

    ResponderExcluir
  4. Por ser um marginal de alta periculosidade, talvez, Em liberdade, Lula dez anos de cadeia vai tentar sabotar a decisão de Sérgio Moro. Quem sabe, Isso deve se refletir, antes de tudo, no julgamento pela propina que ele recebeu da Odebrecht... POIS BEM!!! Dependendo do comportamento de Lula, Sérgio Moro pode considerar mais prudente prendê-lo imediatamente...

    P.S. : - COMO E SABE, O RESPEITÁVEL JUIZ MORO SEMPRE TEVE UM COMPORTAMENTO PAUTADO NA LEI, NA HONESTIDADE, NA EFICIÊNCIA E NA DISCRIÇÃO.

    ResponderExcluir

  5. Lula jamais imaginou que um dia apareceria um Sérgio Moro em sua vida. Estava acostumado a tratar todo mundo como se fosse seu empregado. Dilma, inclusive!!!

    P.S. : - O CARA TINHA TUDO PARA ENTRAR NA HISTÓRIA COMO UM GRANDE VITORIOSO. PREFERIU ROUBAR E ENRIQUECER TODA FAMÍLIA. INCLUSIVE, OS RONALDINHOS, SEUS FILHOS, ATRAVÉS DA VENDA DE MEDIDAS PROVISORIAS... POR TUDO ISSO, TEM QUE MOFAR NA CADEIA!!!


    ResponderExcluir
  6. Um ano de cana para cada dedo. Você petistas, pensem positivo. Ao menos ele vai poder contar com os dedos da mão!

    ResponderExcluir
  7. Decididamente O PT é um espanto!!! Fez a primeira Presidente mulher ser impichada!!! Fez o primeiro Presidente da República ser condenado por corrupção!!! Nunca antes na história desse Pais se viu coisa igual!!!

    P.S. : - advogado de lascar é este do Lula!!! O cara tinha tudo para pegar 22 anos de cadeia, mas a justiça o condenou por cada dedo das mãos(nove anos e meio. Ou seja, 9 dedos e um cotoco...)



    ResponderExcluir
  8. Os nove anos devem ser alusivos aos 9 dedos… Muito pouco Dr Moro. Vamos dobrar essa pena!!!

    P.S. : - O Lula já pode ir contando nos dedos o tempo da pena dele....




    ResponderExcluir
  9. LULA NINE YEARS: O FIM MELANCÓLICO DE UM CRÁPULA...

    P.S. : - Eis o que a cérebro de crustáceo, a futura condenada Dilma Doida, bostejou na redes sociais a respeito do Seboso de caetés:
    "A condenação de Luiz Inácio Lula da Silva, sem provas, a 9 anos e seis meses de prisão, é um escárnio. Uma flagrante injustiça e um absurdo jurídico que envergonham o Brasil. Lula é inocente e essa condenação fere profundamente a democracia".

    Eis um versinho em homenagem ao Ratão de São Bernardo:

    Ei! Al Capone
    Vê se te emenda
    Já sabem do teu furo, nego
    No imposto de renda
    Ei! Al Capone
    Vê se te orienta
    Assim desta maneira, nego
    Chicago não aguenta...

    ResponderExcluir
  10. O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO: Futuramente nos livros de história a prisão do mau elemento Lula e a extinção do PT ( Partido dos Trambiqueiros ) serão considerados marcos históricos desencadeadores de mudanças benéficas em nossa nação além disso a história do Brasil será dividida em BRASIL PRÉ-MORO/BRASIL PÓS-MORO...

    P.S. : - No tribunal da história, o Juiz SÉRGIO MORO, meu guru, o senhor já entrou como o maior juiz brasileiro — e a cambada de petralhas ladrões, como réus. Enquanto a posteridade não chega, aguente firme o tranco do presente, porque todos os cidadãos decentes desta nação continuarão do seu lado. Nossa gratidão será eterna!!!

    ResponderExcluir
  11. O JUIZ MORO DEU UM BASTA NO CINISMO DAQUELE QUE NUNCA VIU NADA, MAS FOI O AUTOR DE TUDO...

    P.S. : - O Juiz Moro fez e faz história no Brasil. Com ele, cadeia deixou de ser lugar para os três P (preto, pobre e put@). Ricos na tranca. Dinheiro da Petrobrás recuperado. Esperanças de um Brasil melhor renovadas...


    ResponderExcluir
  12. E haja provas, provas, provas e mais provas... Um país roubado, humilhado, e arrombado por 13 anos seguidos, na bancarrota causada pelo lulopetismo escroto e não existem provas, ora bolas!!! No mundo da mentira petralha, em terra de cegos, quem tem 9 dedos (e 9 anos de condenação nas costas), é "REI".

    P.S. : - Farto material probatório. Sentença excelentemente embasada pelo Dr. Juiz de Direito. Até um pouco amena. Na verdade, não foi somente condenatória, foi também absolutória. E tem mais : Nove dedos ainda é réu em outros 5 processos... É DEVAGAR, DEVAGARINHO QUE A CABEÇA DA JARARACA DO GRELO DURO ESTÁ SENDO ESMAGADA...

    ResponderExcluir
  13. JURIDICAMENTE FALANDO, O EXTRAORDINÁRIO JUIZ SÉRGIO MORO VAI ABRIR O LULA EM BANDAS. VAI ESQUARTEJÁ-LO!!! AINDA FALTAM 5 PROCESSOS E 11 INQUÉRITOS. VAI DAR MAIS DE UM SÉCULO DE CADEIA...

    P.S. : - Nunca antes na história desse País um Juiz de Direito foi tão atacado. Nunca antes na História desse País um Juiz de Direito se viu sob um fogo de artilharia tão cerrado. À esquerda, ele é bombardeado pelos asseclas do PT. À direita, ele é atacado por gente sem a menor expressão. O Juiz Sérgio Moro parece a Polônia de 1939: À Leste, invadida pela URSS; à Oeste, invadida pela Alemanha. O Juiz Sérgio Moro está cercado por todos os lados, sendo atacado por todos os lados. Cada lado com seus patrões inconfessáveis. Do Lado do Moro somente o Povo. QUEREM MAIS?!?!?!

    ResponderExcluir
  14. Raiou o dia e Ainda estou comemorando e soltando foguete a 3 x 4. COMEMORAÇÃO TRIPLA: Reforma trabalhista aprovada, Lula condenado e cerveja gelada...

    P.S. : - LULA, O VACILÃO CONDENADO... EIS O FIM MELANCÓLICO DE UM CRÁPULA!!!

    ResponderExcluir
  15. Nesta quarta-feira (12), o juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão, sob a acusação de ter recebido um apartamento triplex no Guarujá como contraprestação de corrupção em contratos firmados entre a Petrobrás e a construtora OAS.

    A acusação, que não apontou qualquer documento de registro de imóvel, como também não conseguiu uma única testemunha que ratificasse o que foi posto na denúncia – as 73 testemunhas, das quais 27 da acusação, negaram o fato ou disseram desconhecê-lo – conseguiu êxito com o Juiz de Direito. Moro utilizou a delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, como única fonte de prova para a condenação, ressaltando-se que o seu primeiro acordo foi recusado, no qual Lula era inocentado. O ex-presidente somente foi apontado na segunda delação.

    A condenação repercutiu avidamente pelas redes sociais e levantou debates acerca do Estado Democrático de Direito e o forte apelo midiático que envolve a Operação Lava Jato desde seu início. O professor de Direito Penal e Processual Penal, Fernando Hideo Lacerda, comentou que a decisão de condenar Lula, que sucedeu a aprovação do texto da reforma trabalhista na terça-feira (11), caracteriza claro objetivo político: “não é apenas simbólico, mas desenhado com todas as letras: aqui quem manda é mercado, quem dá as cartas é o poder econômico”.

    O professor de Direito Constitucional na PUC-SP, Pedro Estevam Serrano, considera que o processo contém vícios evidentes:

    "Um absurdo essa decisão. Processo penal de exceção com vícios evidentes, que caracterizam objetivo político e não a aplicação da ordem jurídica. Os direitos fundamentais e a democracia vão ladeira abaixo."

    O doutor e mestre em Ciências Criminais, Salah H. Khaled Jr , considera que Sérgio Moro sustenta, mais uma vez, a reputação de juiz justiceiro sob forte apelo midiático: “o investimento foi grande demais. Não interessa que a propriedade do tríplex soe como mera conjectura. A montanha não poderia parir um rato. Condenando Lula, Moro assegura que sua reputação permanecerá intacta. Se o resultado for revertido em segunda instância, em nada o afetará. Pelo contrário: pode fazer com que sua imagem de salvador da pátria saia ainda mais fortalecida”.

    Já para o professor de Direito Constitucional, Bruno Galindo, a atuação de Moro “ocasionaria seu afastamento por suspeição em qualquer sistema judiciário sério do mundo (…) por muito menos do que Moro fez por aqui, o célebre Juiz Baltasar Garzón foi afastado por 11 anos da magistratura espanhola”. Sobre a decisão de condenar o ex-presidente, o professor afirmou que “essa Sentença publicada hoje era mais do que previsível, pois quem se posicionou reiteradamente como oponente do réu não teria como decidir diferente, o que é triste, pois vê-se que jogamos às favas no sistema judicial brasileiro a garantia constitucional da imparcialidade do julgador”.

    Outro lado

    Por meio da sua página no Facebook, o ex-presidente divulgou uma nota assinada por seus advogados, Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins em que afirmam: “Este julgamento politicamente motivado ataca o Estado de Direito do Brasil, a democracia e os direitos humanos básicos de Lula.”

    Vale lembrar que a Lei da Ficha Limpa determina que somente será inelegível quem for condenado por um órgão colegiado, isto é, por um conjunto de juízes. No caso em questão, Lula foi condenado pela primeira instância por apenas um juiz e para que ele fique inelegível é indispensável uma eventual condenação pelo órgão colegiado, que no presente processo é a Câmara de Desembargadores Federais do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

    ResponderExcluir
  16. O Ratão de São Bernardo perdeu toda a credibilidade ao se descobrir que ele era cachorrinho de estimação de Emilio e Marcelo Odebrecht e se aliar aos piores corruptos do país que são as ZELITES, provocando um assalto nunca antes visto na história deste país... ARROMBARAM COM OS COFRES PÚBLICOS DO BNDES!!!

    P.S. : - EIS O QUE DETONOU O IMPLACÁVEL JUIZ SÉRGIO MORO: “O que mais me chamou a atenção, talvez tenha sido uma quase naturalização da prática da corrupção. Empresários pagavam como uma prática habitual e agentes públicos recebiam como se fosse algo também natural. Isso foi bastante perturbador.”...

    ResponderExcluir
  17. SACANAMENE, LULA TENTOU PÔR A CULPA EM MARISA, LASCOU-SE!!! NÃO COLOU A TENTATIVA DO PILANTRÃO CULPAR A FALECIDA ESPOSA...

    P.S. : - O juiz Moro adota o correto procedimento. Juntar o maior número de provas possível para elaborar o xeque mate. Por enquanto, Moro já tem noção que o fruto está bastante maduro. Por isso, pimba na gorduchinha!!!

    ResponderExcluir
  18. João Doria comemorou a pena de Lula e recomendou que os “brasileiros de verdade abram a bandeira brasileira nas sacadas dos seus apartamentos, nos jardins de suas casas, nos seus automóveis, nos seus ambientes de trabalho”.

    EIS O QUE ESCREVEU NAS REDES SOCIAIS O PRESIDENCIÁVEL DORIA:

    Os petistas, ‘istas’ e simpatizantes do Lula foram às ruas, abriam as bandeiras vermelhas do PT, protestaram contra o juiz Sérgio Moro, protestaram contra a condenação de 9 anos e meio de prisão para Luiz Inácio ‘mentiroso’ da Silva. E sabe o que alegaram? Que Lula estava sereno, a serenidade do inocente. Ora, serenidade do inocente? A serenidade da frieza de um mentiroso, de um usurpador, de um enganador do povo brasileiro. Esta mesma frieza que ele utilizou para receber de presente de uma construtora um triplex do Guarujá, para receber de presente um sítio no interior do estado de São Paulo. Você não engana mais os brasileiros, Lula. E aqueles que como eu acreditam na Justiça, e são brasileiros de verdade, a partir de agora devem abrir a bandeira brasileira, nas sacadas dos seus apartamentos, nos jardins de suas casas, nos seus automóveis, nos seus ambientes de trabalho, onde você puder. Mostre que você apoia o juiz Sérgio Moro, que você apoia a decisão da Justiça com a bandeira verde e amarela. É ai que está a grandeza do Brasil, Lula, que vai condenar você.

    ResponderExcluir

  19. TODOS PELO FACEBOOK,TWITTER,BLOGS EM GERAL ESTÃO COMPARTILHANDO .

    REINALDO AZEVEDO: MORO CONDENOU LULA SEM PROVAS. Moro condenou Lula sem provas.

    E Lula, quem diria?, não será mesmo preso amanhã. Eu disse! E agora? Vão xingar São Moro?

    Ainda que de forma oblíqua, juiz deixa claro que não estão dadas as razões para a prisão preventiva. Só que ele se atrapalha um pouco.


    ResponderExcluir
  20. Por: Reinaldo Azevedo

    Publicada: 12/07/2017 - 17:04H

    Sérgio Moro condenou Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá. O primeiro crime rende pena de prisão de 2 a 12 anos — Moro a fixou em seis; o segundo, de 3 a 10 anos: ficou em três anos e meio. Ao definir a pena, o juiz considera atenuantes e agravantes. De 22 anos possíveis, no limite superior, fixou-a em pouco abaixo da metade.

    Estou ainda lendo a sentença de Moro, de 238 páginas. Encontrando alguma novidade fora do que vou afirmar em seguida, aviso, mas creio que não. O juiz condenou Lula com base nas delações e no chamado conjunto das circunstâncias. Inexiste um documento que ateste que o apartamento pertence ao ex-presidente. Ao contrário: os que há atestam não pertencer. Há, assim, o risco de a decisão ser reformada no Tribunal Regional Federal da 4ª Região? Há, sim! Aconteceu com João Vaccari Neto, por exemplo.

    Lula vai ser preso amanhã?
    Não! Lula não vai ser preso amanhã. E, como sabem, eu sempre disse que não seria. E não é assim porque eu quero. É assim porque é o que determina a lei. Tenho lado e torço, claro! Mas aqui fala o jornalista, que tem a obrigação de não engabelar o leitor.

    Vamos ver. O Supremo decidiu que se pode proceder à execução provisória da pena a partir da segunda instância: na esfera federal, uma condenação decidida por um Tribunal Regional Federal; na estadual, por um Tribunal de Justiça. Mesmo que condenado em primeira instância, a pessoa recorre em liberdade A MENOS QUE ESTEJA DADA UMA DAS QUATRO CAUSAS DA PRISÃO PREVENTIVA, PREVISTAS NO ARTIGO 312 DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL, A SABER:
    a: risco à ordem pública;
    b: risco à ordem econômica;
    c: risco à instrução criminal (para preservar provas e testemunhas);
    d: risco de não-cumprimento da Lei Penal (fuga).

    ResponderExcluir
  21. Moro se atrapalha bastante ao explicar por que não mandou prender Lula. Transcrevo trecho de sua sentença:

    Referindo-se a Lula, escreveu o juiz:
    “Como defesa na presente ação penal, tem ele, orientado por seus advogados, adotado táticas bastante questionáveis, como de intimidação do ora julgador, com a propositura de queixa-crime improcedente, e de intimidação de outros agentes da lei, Procurador da República e Delegado, com a propositura de ações de indenização por crimes contra a honra. Até mesmo promoveu ação de indenização contra testemunha e que foi julgada improcedente, além de ação de indenização contra jornalistas que revelaram fatos relevantes sobre o presente caso, também julgada improcedente (tópico II.1 a II.4). Tem ainda proferido declarações públicas no mínimo inadequadas sobre o processo, por exemplo sugerindo que, se assumir o poder, irá prender os Procuradores da República ou Delegados da Polícia Federal (05 de maio de 2017, “se eles não me prenderem logo, quem sabe um dia eu mando prendê-los pelas mentiras que eles contam, conforme http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/se-eles-nao-me-prenderemlogo-quem-sabe-eu-mando-prende-los-diz-lula/).

    Essas condutas são inapropriadas e revelam tentativa de intimidação da Justiça, dos agentes da lei e até da imprensa para que não cumpram o seu dever. Aliando esse comportamento com os episódios de orientação a terceiros para destruição de provas, até caberia cogitar a decretação da prisão preventiva do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.”

    Bem, se “caberia”, então por que não decreta a preventiva? Ele responde assim:
    “Entretanto, considerando que a prisão cautelar de um ex-Presidente da República não deixa de envolver certos traumas, a prudência recomenda que se aguarde o julgamento pela Corte de Apelação antes de se extrair as consequências próprias da condenação. Assim, poderá o ex-Presidente Luiz apresentar a sua apelação em liberdade.”

    Quem quiser entender o debate siga lendo. Se quiser gritaria, aí é preciso procurar outro.

    Notem: Moro NÃO PODERIA nem prender nem deixar de prender Lula pelos motivos alegados. Dura lex sed lex. Eu realmente não acho que recorrer à Justiça seja, em regra, uma forma de intimidação. Sim, há várias chicanas jurídicas que podem entrar nessa categoria. Que se saiba, as empreendidas pela defesa do ex-presidente não estão entre elas.

    E o caso da “destruição de provas”? Notem: isso compõe a delação de Leo Pinheiro, mas não há evidências a respeito. O empreiteiro nem mesmo afirmou ter seguido a suposta orientação. Mais: como evidenciar que aquela dita determinação estaria a indicar um risco ainda presente? Assim, o juiz não teria como alegar, no momento, risco à ordem pública ou à ordem econômica. Também não se cuida de falar em interesse da instrução criminal porque já não há o que o petista possa fazer em matéria de provas e testemunhas. E não há evidência de que pretenda fugir. Como o próprio Moro deixa claro, Lula quer é ficar e disputar eleição.

    Digamos, no entanto, que estivesse dada a razão para prisão. Então não poderia deixar de ser decretada só porque envolve “certos traumas”. O que isso quer dizer? Lula é poderoso demais para ser preso? Melhor ficaria o juiz sem fazer tais considerações. Deveria ter optado pelo caminho didático: não prende porque a lei não autoriza.

    Noto, finalmente, que um juiz não precisa se desculpar, como faz aqui:
    “Por fim, registre-se que a presente condenação não traz a este julgador qualquer satisfação pessoal, pelo contrário. É de todo lamentável que um ex-Presidente da República seja condenado criminalmente, mas a causa disso são os crimes por ele praticados e a culpa não é da regular aplicação da lei. Prevalece, enfim, o ditado “não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você” (uma adaptação livre de “be you never so high the law is above you”). “

    A única coisa que se espera de um juiz é que decida conforme a lei.

    ResponderExcluir
  22. Atentai bem!!! Moro não queria colocar Lula na prisão, porque o amigo Gilmar ou Lewandovsky ou Toffoli logo iria soltá-lo, causando imensa comoção nos meios políticos e sociais, e aumentando o descrédito sobre a Justiça. Com isso, Moro deixou a estória em banho-maria, deixando ao encargo de Lula correr atrás para pedir o recurso. Aí Lula vai recorrer e perder, porque a 8a. Turma do TRF-4 não brinca em serviço. E AÍ O LULA VAI PRA CADEIA, como manda a resolução do STF, de prisão em segunda instância. Mas se o Lula ficar enchendo muito o saco e o ambiente estiver mais calmo, no próximo julgamento em que Moro sentenciar Lula à prisão, de repente o Moro manda prender mesmo pro meliante ficar quieto. Só depende de como estiver o ambiente. Moro é enxadrista, ou seja, sabe planejar as jogadas futuras. Moro faz artes marciais, ou seja, sabe escolher o momento e o ponto certo para bater e nocautear. Moro é um Gênio da Estratégia. Até porque, Lula será cozido, não frito...

    P.S. : - E VEM AÍ, O SÍTIO!!! A primeira faz tchan. A segunda faz tchun e… tchan-tchan-tchan-tchaaan!!!

    ResponderExcluir
  23. condenação de Lula era inevitável

    Por Luiz Carlos Bresser-Pereira, em seu Facebook.

    O juiz Sérgio Moro não tinha alternativa senão condenar Lula. O crime não existia, já que o ex-presidente não comprara nem tomara posse do famoso tríplex. Mas, Moro como líder da operação Lava Jato, e os procuradores da força tarefa de Curitiba adotaram conjuntamente uma estratégia política quando iniciaram essa operação.

    Para obter o apoio da mídia e das elites econômicas, eles decidiram centrar fogo em Lula e no PT. A estratégia deu certo inicialmente, porque o PT realmente se financiara recebendo propinas.

    Mas, passado mais de um ano, a estratégia começou a se desmoralizar, especificamente no momento em que a força tarefa declarou ser Lula o líder de uma quadrilha e usou uma apresentação em Power Point para “comprovar” tal afirmação.

    Mais recentemente, a estratégia se esvaziou definitivamente, porque ficou claro que os outros partidos, especialmente o PMDB, e vários dos principais líderes desse partido e do PSDB estavam ainda mais envolvidos na corrupção do que os líderes do PT.

    Se havia uma quadrilha, ela estava no PMDB e no Planalto. Ao mesmo tempo, se tornou evidente que Lula não se envolvera pessoalmente na corrupção. Mas Moro não podia “trair” seus companheiros, e condenou Lula. Ao fazê-lo, envergonhou a Justiça brasileira.

    ResponderExcluir