Governo Municipal

Governo Municipal
Juntos por uma Grande Cidade

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 3 de julho de 2017

ARMANDO MONTEIRO COMEMORA VITÓRIA EM BELO JARDIM

O empresário e senador Armando Monteiro (PTB), está comemorando como uma vitória do seu grupo político a conquista da Prefeitura de Belo Jardim, neste domingo (2), pelo petebista Hélio dos Terrenos.
O correligionário do senador teve 18.928 votos, contra 13.640 de Luiz Carlos (PSB), candidato apoiado pelo governador Paulo Câmara (que evitou se expor na campanha) e pelo prefeito cassado, João Mendonça (PSB). 
Um terceiro candidato, Gilvando Estrela (PV), que ocupava a prefeitura interinamente, teve apenas 8.436 votos.
Ele era o preferido do ministro Mendonça Filho (DEM), que no entanto deve estar satisfeito, afinal o que lhe interessava mesmo era a derrota do seu primo, João Mendonça, o que terminou acontecendo.
Tudo indica que Mendoncinha e Armando Monteiro estarão no mesmo palanque na disputa eleitoral de 2018 e já se fala mesmo na possibilidade do petebista ser candidato a governador e o ministro da Educação disputar o senado.
Quem também aparece como grande vitorioso na eleição suplementar de Belo Jardim é o ex-prefeito Cintra Galvão. Mais de 80 anos, doente há alguns anos, mesmo assim ele foi um dos principais responsáveis pela derrota de João Mendonça e consequente chegada de Hélio ao poder.
MAIORES COLÉGIOS - Com a vitória em Belo Jardim, as oposições passaram a dominar os maiores colégios eleitorais do Agreste, com prefeitos aliados na Terra do Bitury (59.944 eleitores), Garanhuns (85.749) e Caruaru (209.947).
Dentre os municípios pequenos do Agreste Meridional, se destaca na oposição o município de Caetés, que tem como prefeito o petebista Armando Duarte. O eleitorado de lá já chega perto dos 20 mil votantes.
Há uma cidade importante aqui na região em que o prefeito está de namoro com a oposição, mas isso só deve ser definido quando chegar a campanha.
O PSB do governador Paulo Câmara ainda tem a maioria de prefeitos de Pernambuco, além de partidos aliados governando importantes cidades da Região Metropolitana e do interior.
Os socialistas comandam por exemplo a capital do Estado, embora na última eleição o PSB tenha perdido espaço em cidades importantes como Olinda e Jaboatão dos Guararapes.
Este ano os partidos aliados ao governador foram derrotados em duas eleições suplementares, realizadas porque a justiça eleitoral cassou os eleitos: as oposições venceram em Ipojuca, na Região Metropolitana e agora em Belo Jardim.

Nas últimas pesquisas realizadas no Estado Armando Monteiro e Mendonça Filho saíram na frente e Paulo Câmara aparece em terceiro lugar. Mas tem muito tempo ainda pela frente e é bom lembrar que em 2014 o atual governador só começou a crescer dois ou três meses antes da disputa e terminou vencendo por ampla maioria, ajudado pela família e o nome de Eduardo Campos, que foi seu guru político e morreu num desastre de avião.

*Foto: Blog do Magno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário