GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

AS CAUSAS DA DOENÇA DO EX-PRESIDENTE LULA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva suspendeu sua agenda de compromissos pelos próximos três meses por conta do câncer que ataca sua laringe.
A expectativa é que a cura da doença ocorra após um tratamento com duração de quatro meses, segundo Luiz Paulo Kowalski, um dos médicos da equipe do hospital Sírio-Libanês que cuida do ex-presidente.
Por conta dos efeitos colaterais do tratamento, Lula perderá o cabelo e também sua característica barba, que cultiva desde jovem.
O médico disse ao jornal Folha de São Paulo que o câncer do ex-presidente tem como causas o tabagismo (ele só parou de consumir cigarros há dois anos) e a herança genética. A doença levou à morte dois de seus irmãos.

ABALO

Kowalski, especialista em cirurgia de cabeça e pescoço e professor da USP, examinou Lula no último final de semana. Segundo o médico, o ex-presidente sofreu um abalo ao receber o diagnóstico, mas depois mostrou "coragem".
"Foi o cigarro, não foi doutor?", indagou Lula, de acordo com o médico.
Ante a resposta positiva, o ex-presidente disse: "Então vamos fazer o que tem que ser feito", contou Kowalski.
No momento de deixar o hospital, no sábado, Lula chegou a brincar: "Posso comer uma picanha amanhã?".
Segundo o médico, o ex-presidente contou que na semana passada havia dito à presidente Dilma, em tom de gozação, que estava rouco e que tinha um câncer.
"O Lula acertou o diagnóstico. Merece um CRM [registro para atuar na área médica]", afirmou Kowalski.
Hoje cedo Lula iniciou o tratamento de quimioterapia no hospital.
Segundo o médico, o tratamento deverá levar à melhora gradativa da voz de Lula e a doença não deverá deixar sequelas nas cordas vocais.
Apesar da recomendação para descansar, a equipe médica avalia que ele retomará suas articulações políticas assim que se sentir melhor. O pior dia costuma ser o segundo, depois das aplicações. (Fonte: Portal UOL).

AGRADECIMENTO - O mês ainda não fechou, mas o blog já ultrapassou os 30 mil acessos em outubro. Obrigado a todos que prestigiam este espaço de informação e debate de ideias!

A MARGEM DE ERRO DA PESQUISA

O Zé Carlos, de Bom Conselho, fez um comentário há pouco no blog chamando a atenção para um detalhe muito importante: a margem do erro da pesquisa. Quando estudei o material ontem à noite - era muita coisa, muitas situações de candidatos, tudo bairro por bairro - uma das anotações que fiz foi exatamente essa margem de erro. Com muita coisa para selecionar e fazer as escolha do mais importante na hora de publicar, acabei cometendo esse lapso, deixando esse dado de fora. Graças ao atento Zé Carlos tenho a oportunidade de me redimir. O DataAgreste informa, logo quando explica sua metodologia, que a margem do erro do trabalho feito em Garanhuns é de 5%. Assim, podemos dizer que Izaías Régis (PTB) e Zé da Luz (PHS) estão empatados tecnicamente tanto na espontânea quanto na estimulada.

***"Pesquisa eleitoral é sempre assim: Quem está na frente acredita, quem aparece mal procura descredenciar o instituto. Mas quem briga com os números costuma quebrar a cara".

ALEXANDRE MARINHO ANALISA A PESQUISA ELEITORAL

Alexandre Marinho gostou dos números da pesquisa do DataAgreste, divulgada em primeira mão neste blog. Confiram a análise do dirigente do PSD:

No meu entendimento, essa pesquisa É TUDO o que precisávamos para fazer nossa cidade avançar, lembrando que intenção de votos é apenas uma fotografia do momento.

Esta pesquisa nos apresenta 5 informações essenciais:

1) Existe uma grande divisão de forças em Garanhuns;
2) Não existem caciques em nossa política (fator positivo);
3) É forte a rejeição a candidatos sem inserção na nossa comunidade ("aventureiros");
4) É forte a rejeição do eleitorado aos políticos tradicionais;
5) a intenção de votos era a de se esperar, já que os primeiros colocados estão com seus nomes lançados na mídia há vários anos. Nenhuma novidade nisso.

Tudo isso criou o ambiente ideal para construirmos uma candidatura NOVA, saída do nosso meio e antenada com os novos reclamos e necessidades da nossa sociedade;

Ambiente muito semelhante ao que tínhamos em 1992, quando foi eleito Bartolomeu Quidute. Naquela oportunidade, Bartolomeu começou com apenas 3% das intenções de voto, enquanto que seus adversários ultrapassavam a barreira dos 30 pontos percentuais;

Prudência, espírito de união, bairrismo, inteligência e muito diálogo são os ingredientes que precisamos agora para construirmos um plano de desenvolvimento municipal e (no momento oportuno) lançarmos uma candidatura NOVA, à altura da nossa querida Garanhuns.

Muito boa esta pesquisa. A meu ver, o grito da cidade está sendo este: RENOVA, GARANHUNS!!!

OUTRAS OBSERVAÇÕES:

1) As entidades representantes da sociedade civil têm uma enorme responsabilidade nesta eleição. Juntas com os partidos que integram a base aliada, precisam construir uma unidade mínima que permita lançar uma nova proposta em sintonia com o desejo de mudança da população, sob pena de entregarmos nossa cidade a aventureiros;

2) Uma vez que o Governador Eduardo Campos é o político mais bem avaliado no município, O seu partido, o PSB local, tem tudo para conduzir o viés político dessa construção, desde que descolado dessa ideia absurda de imposição de aventureiros. É importante o alinhamento estado-município para a continuidade das ações voltadas para o nosso crescimento econômico e social;

2) Embora a classe política esteja desgastada, ela é importante neste processo. Precisa ser ouvida, até porque muitos estão dispostos a engrossar as fileiras de uma nova via. A própria classe política que está amarrada às velhas práticas também sente a necessidade de renovação. É preciso manter diálogo. Não se pode apagar o passado e nem tampouco o presente;

3) Estamos diante de uma oportunidade ímpar de renovação de quadros no Palácio Celso Galvão e na Casa Raimundo de Moraes por pessoas que estejam comprometidas com o desenvolvimento da cidade e não apenas com a defesa de seus interesses pessoais;

4) Não há necessidade de haver uma "caça às bruxas", e nem há necessidade de ficarmos buscando culpados, porque a bandeira da renovação, atrelada a um consistente plano de desenvolvimento fará com que muitos se "descolem do velho" e também venham abraçar a nova bandeira. Política é a arte de somar interesses conflitantes para se avançar em torno do bem comum. Não esqueçam que Dr. Arraes, por várias vezes, nos ensinou que os avanços fazem parte de um processo em que precisamos convencer o velho a se aliar às novas bandeiras, pois de outra forma estaremos criando focos de resistência intransponíveis, que impedirão o nosso avanço.

5) A nossa arte, o nosso desafio daqui por diante, daqueles que verdadeiramente amam Garanhuns, será de fazermos um trabalho pedagógico, em cima daqueles que ainda estão presos às velhas práticas, de que estamos todos no mesmo barco. E se a gestão pública e as práticas políticas não se modernizarem, afundaremos todos juntos.

A prova maior disso é esse enorme vexame que estamos passando, mas que haveremos de superar. E para isso, tem uma coisa que é fundamental: a sociedade civil, o cidadão comum precisa mostrar a cara, sair para o embate, abraçar a bandeira. Neste momento, a ninguém é dado o direito de cometer o pecado da omissão, esta sim, uma das maiores responsáveis pela situação em que chegamos.

Avança, Garanhuns !!!
Renova Garanhuns!!!

(Os números da pesquisa citada estão numa das postagens abaixo).

COMO VAI FICAR A PRAÇA IRMÃOS MIRANDA



A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Garanhuns enviou imagens feitas em computador de como vai ficar a nova Praça Irmãos Miranda, próximo ao centro da cidade. Em parceria com o Governo Federal, o Município está revitalizando toda área, com serviços de pavimentação, iluminação, abrigos de passageiros e arborização. Se ficar pelo menos parecido com o que está aí acima será uma mudança da água para o vinho.

A DESAPROVAÇÃO DE LUIZ CARLOS

A desaprovação do Governo Luiz Carlos de Oliveira é muita forte na população garanhuense, conforme mostra a pesquisa realizada pelo DataAgreste, neste final de outubro. Os índices de ruim e péssimo ficam acima de 60% na maioria das áreas da cidade, chegando a números arrasadores em São Pedro (80%) e Vila Lacerdópolis (90%). Os eleitores do município elegeram duas vezes o atual prefeito com folga, confiaram nele, porém acham que o mesmo não está correspondendo. Os números mostram isso de forma bastante clara. Diante dessa realidade (o Palácio Celso Galvão certamente também tem suas pesquisas internas) o gestor não tem porque se expor na campanha. Pode terminar o seu mandato se preocupando mais com a parte administrativa, enquanto a máquina, sutilmente trabalha para um candidato de sua simpatia. Mesmo com tanta rejeição Luiz ainda pode muito bem emplacar um aliado em seu lugar. Se a desaprovação a sua gestão favorecesse os adversários quem devia estar liderando as pesquisas era o vereador Sivaldo Albino (PPS). Nas postagens abaixo saiba tudo sobre a pesquisa do DataAgreste.

NOTA DO PSB

Depois de tanto tempo o PSB de Garanhuns publicou uma nota sobre o processo político do município. A montanha voltou a partir um rato. A tal nota pode ser traduzida assim: "não sou a favor, nem contra, muito pelo contrário". Escreveram um texto longo para dizer absolutamente nada, como se todos fôssemos um bando de idiotas. Nem retiraram o nome de Antônio João, nem tiveram coragem de dizer que o mesmo é candidato. Isso é que é ficar em cima do muro.  Rolando Lero, se ainda estivesse vivo, faria melhor.

REJEIÇÃO DE ZÉ DA LUZ E IZAÍAS DIMINUI COM ENTRADA DE ANTÔNIO DOURADO NO PROCESSO POLÍTICO

A Pesquisa realizada pelo DataAgreste, que mostra Zé da Luz (PHS) e Izaías Régis (PTB) como os nomes mais fortes na disputa pela prefeitura, em 2012, traz um dado interessante, que inclusive já havíamos prevista em textos anteriores: a entrada no processo do prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado (PSB), fez a rejeição do humanista e do petebista diminuir. Embora a desaprovação ao nome do socialista não seja tão alta (poucos mais de 16% dos eleitores não votam dele em hipótese nenhuma),esse percentual antes era praticamente dividido pelo deputado e ex-prefeito, que tinham em torno de 18 e 28% de rejeição e nesse último levantamento baixaram para 13 e 15%. E embora não seja técnico em pesquisa lendo os números chego a conclusão de que  entre quatro pré-candidatos citados - Aurora, Zé da Luz e Izaías e Antônio João - este último teoricamente tem maiores chances de aumentar a desaprovação ao seu nome na medida em que mais gente toma conhecimento de seu projeto político. Veja os números dos principais candidatos na pesquisa no post abaixo.

O BURGUÊS ARMANDO MONTEIRO

O burguês, e agora "bombeiro" e senador Armando Monteiro, tem um Projeto semelhante ao do governador Eduardo Campos, ou seja, o de nos dominar politicamente.

Não é à toa que o burguês ocupa a cidade em pontos estratégicos (Escola do SENAI no Magano; Centro de Saúde em diversos pontos da cidade e Centro de Música), a exemplo da época do Império Romano.
Periodicamente, especialmente em período eleitoral, o "bombeiro" Armando Monteiro, nos trata como População Carente, promovendo a tal da "Ação Global", nos ensinando a "cortar cabelo", fazer "bolo", tirar Carteira de Identidade, etc. É como se nós, garanhuenses, fóssemos "bicho do mato" e "pedinte".

Agora quer coroar a ocupação burguesa da cidade, através da imposição da candidatura de Izaías Régis, a qual se configurou como outra trapalhada "dos deuses do poder". Izaías que estava lançando livremente sua candidatura, no auditório da CDL, atendeu uma sugestão do burguês Armando Monteiro, transformando o ato em uma manifestação contra a Importação do Prefeito de Lajedo. Após a primeira manifestação suprapartidária, realizada na Câmara dos Vereadores, o burguês chama Izaías e em seu Escritório no Recife lança-o como candidato a Prefeito de Garanhuns, caracterizando-se num ato de imposição, haja visto que o próprio Izaías dissera na manifestação anterior,realizada na Câmara dos Vereadores, que retiraria sua candidatura, admitindo ser até vice, em nome de uma causa maior chamada "Garanhuns". Agora durma com uma zoada dessa, como dizia um dos comentaristas dos blogs da cidade.

O burguês faz parte da Legião Estrangeira, daí a sua queixa ao que ele diz que não pode haver "Reserva de Mercado", como se nós fóssemos "mercadoria eleitoral". Por outro lado o Izaías tem todo o direito de pleitear o cargo de Prefeito, mas demonstrou nesse episódio falta de autonomia. Donde concluímos que a sua candidatura não interessa para o nosso povo. Logo temos que também combatê-la. Sendo assim, o Movimento de Oposição a Imposição precisar afinar o discurso, combatendo os candidatos dos dois caciques de Pernambuco, ou seja, o senador Armando Monteiro e o governador Eduardo Campos. (Texto do engenheiro Paulo Camelo, do PSOL).

domingo, 30 de outubro de 2011

EXCLUSIVO: PESQUISA MOSTRA QUEM LIDERA A CORRIDA PELO VOTO EM GARANHUNS

EXCLUSIVO - Pesquisa realizada pelo Instituto DataAgreste entre os dias 26 e 30 deste mês de outubro, mostra como está a corrida pelo voto, faltando pouco menos de um ano para a próxima eleição de prefeito de Garanhuns. O levantamento foi feito em todos os bairros da cidade, nos distritos e na zona rural, tendo sido entrevistadas 431 pessoas divididas proporcionalmente por sexo, idade, escolaridade e renda. Fechada a tabulação em cada área visitada o resultado foi o seguinte: Izaías Régis (PTB) - 25,3%; Zé da Luz (PHS) - 21,8%; Aurora Cristina (PSDB) - 10,7%; Zaqueu Naum (PDT) - 7,7%;  Dimas Carvalho (PC do B) - 7%; Ivo Amaral (PMDB) - 5,8%; Sivaldo Albino (PPS) - 3,9%; Antônio João Dourado (PSB) - 2,6%; Rosa Quidute (PT) - 2,3%.

Essa foi a pesquisa estimulada, que apresenta um cartão com o nome dos possíveis candidatos. Outros nomes citados pelo eleitor tiveram percentual inferior a 1%. Na pesquisa espontânea, sem apresentação de pré-candidatos, a situação é a seguinte: Izaías - 18,1%; Zé da Luz - 16,2%; Aurora Cristina - 6,5%; Ivo Amaral - 3%; Antônio Dourado - 1,9%; Sivaldo - 1,9%, Rosa Quidute - 1,2%.

REJEIÇÃO

O DataAgreste procurou saber também o índice de rejeição dos principais candidatos, perguntando ao eleitor em quem este não votaria de jeito nenhum.  Confira o nomes dos principais: Zé da Luz - 13%; Izaías Régis - 15%; Antônio Dourado - 16,9%. Segundo o Instituto apurou o maior eleitor de Garanhuns se chama Eduardo Campos. Nada menos do que 60% dos garanhuenses admitem ter preferência por um nome apoiado por ele. Já 75% disseram que votariam contra o candidato apoiado pelo prefeito Luiz Carlos.

Numa pergunta específica entre o deputado estadual Izaías Régis apoiado pelo senador Armando Monteiro e Antônio Dourado apoiado pelo governador Eduardo Campos, a vantagem ficou com o petebista. Ele teria 48,3%, contra 12,8% do socialista.

Anteriormente, o blog divulgou pesquisas realizadas por Zé da Luz e Sivaldo Albino, com resultados bastantes semelhantes. Como nessa, o ex-prefeito de Caetés e o deputado estadual estavam na frente, em situação de empate técnico. Esse levantamento, fechado agora no final de outubro, foi encomendado pelo PTB.

O DataAgreste tem tradição em pesquisas em nossa região e na última eleição, em 2010, acertou até os percentuais dos candidatos a deputado da cidade e região.

O CANCER DE LULA E UM JORNALISTA ENVERGONHADO

Senti um misto de vergonha e enjoo ao receber centenas de comentários de leitores para a minha coluna sobre o câncer de Lula. Fossem apenas algumas dezenas, não me daria o trabalho de comentar. O fato é que foi uma enxurrada de ataques desrespeitosos, desumanos, raivosos, mostrando prazer com a tragédia de um ser humano. Pode sinalizar algo mais profundo.

Centenas de e-mails pediam que Lula não se tratasse num hospital de elite, mas no SUS para supostamente mostrar solidariedade com os mais pobres. É de uma tolice sem tamanho. O que provoca tanto ódio de uma minoria?

Lula teve muitos problemas --e merece ser criticado por muitas coisas, a começar por uma conivência com a corrupção. Mas não foi um ditador, manteve as regras democráticas e a economia crescendo, investiu como nunca no social.

No caso de seu câncer, tratou a doença com extrema transparência e altivez. É um caso, portanto, em que todos deveriam se sentir incomodados com a tragédia alheia.

Minha suspeita é que a interatividade democrática da internet é, de um lado um avanço do jornalismo e, de outro, uma porta direta com o esgoto de ressentimento e da ignorância.

Isso significa quem um dos nossos papéis como jornalistas é educar os e-leitores a se comportar com um mínimo de decência.(Do jornalista Gilberto Dimeinstein, na Folha de Sao Paulo).

A MATÉRIA DO JC E UMA CONTRADIÇÃO NO DISCURSO

A reportagem da jornalista Bruna Serra, publicada no Jornal do Commercio deste domingo, expressa bem o que está acontecendo em Garanhuns, por conta da pré-candidatura de Antonio Joao Dourado à prefeitura. Ela ouviu populares, profissionais liberais, representantes dos partidos e caracterizou o representante do PSB como um forasteiro à cidade. O editor até caprichou no titulo: "Em Garannhuns sá se fala no forasteiro", essa é a manchete da matéria. Li e reli o texto de Bruna e no final fiquei espando com uma frase do prefeito de Lajedo: "Essa cidade e importante demais para Pernambuco e precisa entrar na rota do crescimento do Governo Eduardo".

Então, segundo se deduz da opinião do prefeito, Garanhuns sá cresce se for administrada por Antonio Dourado, que é excepcionalmente inteligente e aliado do governador. Luiz Carlos, Izaias Regis, Silvino Andrade, Sivaldo Albino, Aurora Cristina, Dr. Alcindo Menezes, Eliane Simoes, Alexadre Marinho, Adolfo Lopes, Jarbas Brandao, Alberico Fernandes, Pedro Falcao, Maria Almeida, Paulo Camelo, Ivo Amaral, Ivan Junior, Ze da Luz, Neide Brandao, Bartolomeu Quidute, Ivo Amaral Junior, Ivan Rodriges, Rosa Quidute, Marcio Quirino, Dimas Carvalho, Marcelo Marcal, Silvio Sabino, Dr. Alexandre Bezerra, Dr. Celio Cabral, Capitao Hudson Moura, Pereira Filho, Mario B. Filho ou qualquer outro nome que a gente fosse citar aqui seria incapaz de promover o desenvolvimento do municipio. Ou porque não sao tão preparados quanto Antonio João ou porque não são tão próximos do governador quanto o prefeito de Lajedo.

Sá tem uma contradição nesse discurso: padre Aldo Mariano não é aliado de Eduardo Campos, não tem o gênio politico dos Dourado, porém sua administração em Sao Bento do Una dá de 10 na do colega de Lajedo. Para todo lado que se olhar, todos os índices em econômicos que se puder consultar vão comprovar que São Bento cresceu e se desenvolveu muito mais com o padre do que Lajedo com Antonio João.

Considero o prefeito de Lajedo um dos bons quadros politicos do Agreste. Acho que ele foi bem em sua cidade na primeira e segunda gestão. Ele é muito mais sério e capaz de que muito politico da região, incluindo alguns de Garanhuns. Agora, achar que nossa cidade só pode dar um salto se for com ele é um discurso sem consistência e com uma boa dose de soberba.

sábado, 29 de outubro de 2011

NÁUTICO VENCE SPORT E FICA MAIS PERTO DA SÉRIE A

Jogando no estádio dos Aflitos, com apoio maciço de sua torcida, o Náutico venceu o Sport, por 2 x 0, gols marcados no primeiro tempo através de Marlon e Elicarlos. Com o resultado, o Timbu chegou aos 56 pontos, seis a mais que o quinto colocado na competição, o Vitória da Bahia. Já o Leão estacionou em 48 pontos, despencou para o oitavo lugar e tem tudo para permanecer na segundona mais uma temporada.

PROJETO APROVADO NO SENADO BENEFICIA OS PAIS

Foi aprovado esta semana, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) o projeto de lei (PLC 137/2010), de relatoria do senador Armando Monteiro, que permite ao trabalhador acompanhar o filho, menor de 12 anos, em tratamento de saúde, sem prejuízo do salário.

O projeto prevê a ausência do empregado para acompanhar o filho em tratamento, seja mãe ou o pai, por até 30 dias. Para tanto, será dispensado do horário de expediente mediante apresentação de laudo médico. Vale frisar que o PLC 137 recebeu emenda do Senado Federal, que prevê o afastamento por meio de negociações coletivas entre as partes envolvidas.

Segundo o senador Armando Monteiro, o acordo coletivo é fundamental para assegurar os direitos do trabalhador dentro de condições adequadas, tanto para o empregado quanto para o empregador. O parlamentar destacou em seu parecer dados do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos), que demonstram os resultados positivos, já conquistados por meio de decisões coletivas, a respeito de abono de faltas para acompanhamento de filhos.

O levantamento feito pela entidade mostra que a grande maioria das cláusulas registradas está relacionada ao afastamento do trabalho para cuidados com a saúde dos filhos – 60% referem-se exclusivamente à internação hospitalar e os outros 40% a ausências relativas a doenças. Os acordos já firmados são válidos para qualquer categoria, sem discriminação do sexo do empregado, tendo preservados o descanso remunerado, férias e 13º salário.

Outro aspecto apontado pelo senador que reforça a importância do projeto é a necessidade da presença dos pais para a plena recuperação da criança em tratamento. “O projeto visa garantir um direito ao trabalhador de extrema importância para a boa recuperação da saúde da criança, a manutenção do equilíbrio familiar e o bem estar do empregado, que deve, sem dúvidas, ter a tranquilidade necessária para dar o suporte necessário ao ente querido”, comentou.

O projeto de lei, originário da Câmara dos Deputados, foi aprovado pelas Comissões de Seguridade Social e Família, de Trabalho, de Administração e Serviço Público e de Constituição e Justiça e de Cidadania. A proposta segue agora para análise da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal em caráter terminativo, isto é, não precisará ir a plenário caso aprovada.

PALÁCIO PREPARA RETIRADA DO NOME DE ANTÔNIO DOURADO

O Palácio das Princesas deve recuar com relação a pré-candidatura de Antônio João Dourado à Prefeitura de Garanhuns. A saída de Milton Coelho da presidência do PSB pode ser encarado como o primeiro sinal da mudança de curso, embora esta tenha sido motivada por outras razões. De todo modo, o ex-dirigente foi infeliz em seu posicionamento quando comentou o clima político do município, deixando algumas autoridades e cidadãos comuns com os brios feridos. O novo comandante do Partido Socialista em Pernambuco, Sileno Guedes (foto), hoje, no Blog da Folha, dá mais uma passo na estratégia dos governistas: anuncia que a transferência de domicílio do prefeito de Lajedo foi ideia exclusivamente sua, sem nenhuma participação nisso de Eduardo Campos.  Ao desvincular o projeto do prefeito das intenções do governador, o sucessor de Milton Coelho praticamente entrega Dourado às feras, pois ele não tem como enfrentar sozinho essa resistência que se agiganta na cidade contra a imposição do seu nome.

Se alguém ainda tem dúvidas de que o PSB vai jogar a toalha da pré-candidatura de Antônio Dourado, é só aguardar que ainda neste final de semana o presidente do Diretório Municipal de Garanhuns, Ivan Rodrigues, deve divulgar uma nota oficial à imprensa se posicionando pela primeira vez sobre o caso. E seguindo a linha de Sileno Guedes deve preparar o terreno para uma retirada honrosa do prefeito de Lajedo da trapalhada em que se meteu.

Não há dúvidas a esta altura que os blogs, os radialistas, os jornalistas, os partidos políticos, o prefeito Luiz Carlos, o deputado estadual Izaías Régis, os vereadores que atuaram no processo, a sociedade civil e todo garanhuense que se posicionou contra a imposição de uma candidatura estão a ponto de comemorar a vitória contra o projeto da candidatura alienígena. Quando tudo se confirmar é tratar de arranjar candidatos bons aqui mesmo entre os que vivem o dia a dia da cidade e esperar que a população faça sua parte em 2012 elegendo alguém com condições de dar a Garanhuns tudo que esta faz por merecer há muito tempo.

O MITO DA IMPARCIALIDADE

Desde os tempos da faculdade que escuto falar na imparcialidade da Imprensa. Querem nos ensinar – e nos fazer acreditar – que é possível ser totalmente impessoal na coleta de informações, redação de um texto e divulgação de uma notícia. "A Grande Imprensa é imparcial, os Grandes Jornalistas são imparciais, os melhores profissionais de Imprensa não tomam partido."

A verdade é que este mais parece um mito fabricado para atender interesses do Grande Capital, da Mídia comprometida com a manutenção do status quo, dos que lutam para evitar mudanças nas esferas econômica, política e social.

Paulo Francis, que era um bom jornalista e escrevia excepcionalmente bem, tinha suas opiniões formadas e exerceu seu ofício até o fim assumindo suas posições conservadoras e cutucando com sua pena afiada tanto a direita safada quanto a esquerda burra.

Nélson Rodrigues, escritor e teatrólogo genial do país foi um bom repórter, jornalista que ensinou a muitos, sem precisar abrir mão do reacionarismo assumido que o caracterizou.

Alberto Dines, outro mestre da velha escola ainda hoje abrilhanta com sua lucidez os jornais diários e escreveu livros da área, deixando dicas importantes de como se pode ser um bom jornalista. Como os outros não é imparcial, não vive em cima de um muro, se posiciona sobre os acontecimentos do mundo e de seu país.

Arnaldo Jabor, que primeiro ficou conhecido no Brasil como cineasta, hoje derrama sua inteligência por jornais e pela televisão, produzindo artigos e crônicas marcados pelo conhecimento, a inteligência e o recurso da ironia. Nunca, como seus brilhantes colegas, é imparcial. Toma partido, faz a defesa do que acredita, bate duramente no lado que considera errado.

Do mesmo jeito se comportam o bom Mino Carta (que fundou a Veja dos bons tempos, a IstoÉ e a Carta Capital), o buliçoso Paulo Henrique Amorim (surpreendente em sua postura esquerdista depois de ter sido um dos queridinhos da Globo), o ativo Ricardo Kostcho e o inquietante Fernando Morais, este último consagrado também como escritor. Do mesmo jeito quando se leva em conta a capacidade de se posicionar, de assumir uma causa, de ter a coragem de demonstrar suas preferências políticas e ideológicas.

Arnaldo Jabor, como Diogo Mainardi e Reinaldo Azevedo (sendo o primeiro superior aos outros como pensador, escritor e no caráter), claramente tem aversão às esquerdas, que sempre são alvo de seus artigos bem elaborados.

Mino, Paulo, Ricardo e Fernando simpáticos aos partidos ditos progressistas, ligados a lideranças populares e com uma história de lutas pelas mudanças, ao lado de personagens como Leonel Brizola, Miguel Arraes, Pedro Simon, Waldir Pires, Ulisses Guimarães e Luiz Inácio Lula da Silva.

Aqui se falou de nomes do jornalismo. Quando se trata dos veículos – os rádios, os jornais, as revistas, as emissoras de TV os grandes portais da internet – aí a coisa nem tem graça. A Grande Mídia é absolutamente parcial na cobertura dos fatos jornalísticos, defende prioritariamente o interesse dos grupos econômicos e dos partidos políticos alinhados ao capital.

A Veja, a Folha, o Estadão, o Jornal do Commercio, a Época, o Correio Brasiliense, o Portal UOL, o G-1, a Rádio Jornal, a Rádio Globo, a Jovem Pan, o Diário de Pernambuco, o Povo de Fortaleza, o Estado de Minas, a Tarde de Salvador, nenhum desses veículos prioriza os interesses das comunidades, do povão, do trabalhador, do estudante, das donas de casas. Nenhum desses veículos é imparcial, ao contrário, eles estão deliberadamente do lado dos patrões, dos ricos, dos empresários, dos parlamentares de centro e à direita, pouco preocupados na verdade com a melhoria da educação, da saúde ou da erradicação da miséria.

Essa realidade tem sido mantida assim há anos, décadas. Somente nos últimos tempos, com a popularização da internet, das redes sociais, do twitter, dos blogs e sites e independentes começou a surgir uma imprensa mais independente, capaz de bater de frente com a mídia dos patrões.

Os blogs sujos de que falava o Serra na campanha eleitoral, ou os blogs progressistas na acepção do Lula e dos que estão reunidos neste final de semana num grande encontro dessa nova imprensa, no município de Foz do Iguaçu, no Paraná.

Querem tudo compartimentado e dentro de um manual. E muitos acreditam no mito e com isso ajudam a servir o sistema, este interessado em frear mudanças e impedir grandes concessões à plebe. Trabalhador querendo ganhar mais? Empregada doméstica com aviso prévio de 90 dias e carteira assinada? Vagabundos levantando bandeiras e exigindo a terra dos outros? Tudo isso é heresia para quem deseja mesmo é continuar com algumas coisas como eram no tempo da escravidão.

O conflito de classes, as injustiças sociais, não foram criadas por Marx, elas estão aí na nossa cara. Quem não se posiciona, quem vive em cima do muro, quem pratica a imparcialidade pregada pelos patrões não é jornalista. É robô, é um teleguiado, é um capacho, é um alienado, é um instrumento nas mãos dos poderosos de sempre.

Podem me chamar de passional, de esquerdista, de parcial de qualquer coisa dessas. Só não imaginem que estou nessa missão que escolhi por meros interesses financeiros, ou para aparecer, por oportunismo ou covardia. Não. Faço da redação a minha cachaça, o meu cigarro, a minha saída noturna, o meu café da manhã.

E nesta roda viva meu compromisso é com a verdade, é com a justiça, com os interesses da minha cidade, meu estado e meu país.

Tenho uma fé, uma crença. E tenho pena dos que só tem a cabeça vazia.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

SEVERINO GORDO MANTÉM DENÚNCIA MAS POUPA MÉDICO

O vereador Severino Gordo, a partir do depoimento de uma senhora que não teve o seu nome revelado ao blog, denunciou a ausência do médico plantonista do Hospital Municipal de Caetés, na última quinta-feira. Segundo o parlamentar, a paciente encontrou o profissional de saúde num restaurante da cidade, supostamente tomando cerveja.
Depois da ampla repercussão da matéria publicada neste blog, o vereador Severino Gordo foi informado de que o médico em questão, conhecido no município como Dr. Renan, é um profissional muito elogiado que atende sempre com muita atenção aos que o procuram, independente de posicionamento político. "Caetés tem problema de falta de médicos e ao conversar com o povo cheguei a conclusão que o doutor envolvido nesta polêmica é um dos bons que temos na cidade. Assim, por conta desse episódio específico não podemos perder este profissional", esclareceu o parlamentar.
O político disse que cabe à administração municipal esclarecer devidamente o que houve no dia do plantão, cabendo à Secretaria de Saúde e a Direção do Hospital um esclarecimento. "Se o médico é tido como competente e responsável não pode ser tomado como bode expiatório. A prefeitura é que tem de se explicar", afirmou Gordo, dando o episódio como encerrado.
Com esse novo posicionamento do vereador, não vemos nenhum motivo em manter título, foto e comentários da postagem anterior.


COMO LAJEDO PERDEU FERNANDO RODOLFO PARA CARUARU

Em Lajedo funciona uma rádio que se chama ASAS FM. O proprietário é de Caruaru. Em 2009 o jornalista Fernando Rodolfo (foto), que atuava na Sete Colinas, foi convidado para fazer um programa policial, logo cedo, na emissora da cidade vizinha. Como dava para conciliar os dois trabalhos topou a proposta. Começou suas atividades e dentro do seu estilo abriu espaço para o povo falar. Pessoas simples reclamavam da falta de esgoto, da carência de médicos na rede pública, faziam críticas a gestão municipal. Um dia o repórter resolveu fazer uma enquete no ar, como costumava fazer na Sete, com toda liberdade que o Ivo Amaral sempre deu. Resultado: deu o vereador Rossine na cabeça. Dois dias depois uma carta assinada pelo dono da rádio solicitava que não fossem feitas críticas ao prefeito da cidade. Rodolfo descobriu que a até a antena da ASAS FM ficava numa propriedade de Antônio João Dourado. Impetuoso como sempre, o jornalista foi ao ar, leu a carta do patrão e disse que não ia mais trabalhar numa rádio sem ter a permissão de ouvir o povo.

Deu tchau a Lajedo mas hoje graças a Deus está bem empregado na TV Jornal de Caruaru. A ASAS FM foi quem saiu perdendo nessa história. Lajedo também.

PRIMAVERA POLÍTICA EM GARANHUNS

É assim que o jornalista Jamildo, do Jornal do Commercio, está se referindo à movimentação política na cidade, depois do surgimento da pré-candidatura de Antônio João Dourado. Para quem não sabe, quando o comunismo dominava parte dos países da Europa, houve a tentativa de se construir na antiga Checoslováquia um socialismo mais humano e democrático, inclusive com liberdade de imprensa. Alexander Dubcek, o secretário geral do PC daquele país encampou as reformas, a onda liberalizante, atendendo os anseios da população, principalmente os mais jovens. O sopro de liberdade foi destruído em 1969, com a invasão de Praga pelos tanques e homens do Exército Soviético.

Assim, quando a imprensa da capital fala de uma “Primavera em Garanhuns”, está sendo simpática à cidade e ao seu povo. Está dizendo que a população local está disposta a ir às ruas pela liberdade e por sua identidade. Está dizendo que o povo do município não aceita tutelas nem imposições.

Por sinal, o mesmo Jamildo, hoje em seu blog escreveu três vezes sobre Garanhuns. Numa de suas notas, abre espaço para o senador Armando Monteiro defender a candidatura à prefeitura do deputado estadual Izaías Régis.

“Temos um candidato que tem um enraizamento, que tem uma extensa folha de serviços prestados ao município, que tem uma identificação com uma agenda de desenvolvimento local, que é um misto de empresário e de político na sua trajetória. Então, nós temos muita convicção que poderemos oferecer uma candidatura a Garanhuns”, comentou Armando, cutucando o prefeito de Lajedo, que não possui o mesmo enraizamento e nenhuma folha de serviços prestados a Garanhuns. (Na foto o povo nas ruas de Praga e a presença dos tanques soviéticos. Só se espera que na Suíça Pernambucana não se use também da força para sufocar a vontade popular).

ALEXANDRE DÁ CRÉDITO AO GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS

O presidente do PSD de Garanhuns e ex-secretário municipal Alexandre Marinho acha que não é hora de crucificar o governador Eduardo Campos, como alguns estão querendo. O líder do Partido Social Democrata prefere dá um crédito ao neto de Arraes, elogia as suas ações administrativas e parece acreditar que o PSB ainda poderá apresentar uma outra alternativa à população local,  no lugar do prefeito de Lajedo.

Abaixo, o texto de Alexandre Marinho:

"Embora o PSD/Garanhuns tenha participado da primeira reunião onde estiveram presentes representantes de 20 partidos políticos, em ato de repúdio à imposição de candidaturas, não concordamos com alguns de seus desdobramentos, especialmente aqueles que buscam hostilizar a pessoa do Governador Eduardo Campos.

O PSD/Garanhuns, em sintonia com a orientação do diretório estadual do Partido, continua com o firme propósito de marchar junto com o candidato indicado pelo diretório municipal do PSB.

Continuamos acreditando na competente e transformadora gestão do Governador Eduardo Campos, e entendemos que a continuidade do alinhamento de forças entre Governo Federal, Governo Estadual e Governo Municipal é o melhor caminho para continuarmos buscando as obras estruturantes necessárias ao desenvolvimento de nosso município e região.

É hora de separar o joio do trigo e, portanto, não comungamos com o oportunismo de algumas lideranças políticas envolvidas neste processo que se aproveitam do momento para soltar farpas contra um Governo que está transformando, para melhor, a realidade socioeconômica de Pernambuco, transformando-o num dos estados mais prósperos da nação.

O nosso repúdio é tão somente contra o infeliz gesto do diretório estadual do PSB, de tentar impor ao diretório municipal uma candidatura de alguém que não tem qualquer inserção política, social ou econômica em nosso município.

Por isso, continuamos torcendo e lutando para que este incidente seja superado e possamos retomar o decente trabalho que vem sendo desenvolvido pelo PSB local e forças aliadas, no sentido de construir uma candidatura responsável, oriunda de nossa meio e que corresponda aos anseios da sociedade.

A hora é de prudência, cautela, reflexão, mas também de refutarmos com firmeza o oportunismo político-eleitoral.

AS LIÇÕES DE ARRAES NA POLÍTICA BRASILEIRA

Miguel Arraes nasceu no Ceará, mas fez sua carreira política em Pernambuco. Foi deputado federal, prefeito de Recife e governador do Estado por três vezes. Político sério, vinculado às esquerdas, tinha porém a compreensão de que para conquistar o poder e administrar era preciso costurar alianças com setores conservadores, com a direita. Paulo Guerra, Antônio Farias, Armando Monteiro Filho, Carlos Wilson foram alguns dos políticos atraídos pelo projeto ideológico do velho líder de estilo pessedista.

O importante, pregava Arraes, é manter a hegemonia das forças da esquerda, ou do campo popular.

O ex-governador ensinou o caminho das pedras, inclusive a aliados que viraram inimigos. Jarbas Vasconcelos, derrotado na disputa pelo governo, em 1990, obteve estupenda vitória eleitoral, em 1998, quando se aliou a adversários históricos do PFL, à frente Marco Maciel e Roberto Magalhães.

Lula também conviveu com Miguel Arraes, bebeu na fonte de sua sabedoria política. E só quando abandonou o purismo ideológico, seguindo um receituário parecido com o praticado pelo velho líder das esquerdas pernambucanos, conseguiu vencer as forças conservadoras que o combatiam. E para se manter e vencer novamente, chegar até o fim e eleger a sucessora, continuaria fazendo aliados à direita, muitas vezes tendo de pagar um alto preço por isso.

Só um tolo, um ingênuo em política, acredita que se pode ganhar a eleição e governar Pernambuco ou o Brasil sem o apoio dos partidos, de alguns grandes empresários, de lideranças que comandam grandes feudos regionais. Collor, mesmo tendo sido eleito com apoio maciço da direita e das forças conservadoras, quebrou a cara quando pensou estar acima da sociedade, do Congresso, dos coroneis do interior e dos coroneis do asfalto. A tal da governabilidade não é fácil, Fernando Henrique, Lula e Dilma que o digam.

No Brasil, como na Argentina e outros países da América do Sul, os políticos mais experientes têm na cabeça a lição do Chile. Uma experiência socialista, um presidente verdadeiramente democrata querendo levar o país a mares nunca antes navegados. Sem uma coalização conservadora, contra ele os grandes empresários, a mídia e o Governo dos Estados Unidos da América, foi assassinado dentro do Palácio Presidencial e ainda passaram à história a versão de que Salvador Allende se suicidou. Depois veio Pinochet, um dos golpistas traidores, e foram anos de horror.

Horror que durante quase três décadas tomou conta da América do Sul. Com a ajuda dos Estados Unidos (que podem gostar de democracia lá, pra eles) se estabeleceram ditaduras no Brasil, no Chile, na Argentina, no Paraguai, no Uruguai, no Peru.

Arraes tinha consciência disso tudo e sofreu a noite negra da América do Sul na pele, amargou 16 anos de exílio.

Lula sabe o que é isso pois quando começou a fazer política os trabalhadores apanhavam dos homens de farda no meio da rua e iam para a cadeia por ousar pedir melhores condições de trabalho. Quando sua mãe estava à morte, o ex-presidente estava numa das cadeias da ditadura brasileira.

Achar que Arraes e Paulo Guerra eram iguais, que Lula é o mesmo Sarney, é desconhecer a história e a política. Nem eram iguais nem foram amigos. Se juntaram casualmente por interesses políticos. O importante, lembro novamente o ex-governador, é manter a hegemonia das forças progressistas e populares. É governar com o sentimento do mundo e com os olhos voltados para os que mais precisam.

Arraes e Lula fizeram assim. Por isso estão no coração do povo. Os inimigos podem chamá-los do coronéis, comunistas, oportunistas, analfabetos, maus administradores, acusá-los de coniventes com a corrupção, do que quiserem, este discurso não vai colar junto ao povão.

Os que conseguiram uma vaquinha, um bico de luz em casa, água no terreiro, um emprego, condições de comprar comida, vestir feito gente decente, adquirir seu primeiro carrinho, ver o filho pobre na universidade, andar de avião, ser tratado como gente, feito o patrão... Esses aí, milhões de Marias, Antônio e Josés não vão trocar a vida que conquistaram para si e seus filhos por discurso bonito de nenhum doutor.

Lula tem seus defeitos, como Arraes tinha os dele. Eles, no entanto, fizeram uma obra que a elite e seu séquito de bajuladores não consegue entender: inverteram a lógica do processo e mesmo aliados a setores conservadores trabalharam fazendo mais para os pobres do que os que antecederam. Só isso. E os pobres, mesmo que saibam que os governos têm obrigação de fazer (não é favor), lembrados de que os outros não fizeram por eles, são gratos aos que foram seus aliados, amigos até, transformando suas vidas para sempre.

(Foto: Dom Hélder Câmara e Miguel Arraes - dois "comunistas" que atemorizavam a direita nos anos de chumbo do país).

A MULHER MAIS SEXY DO MUNDO



As revistas Vogue e Vip fizeram duas enquetes e o resultado foi o mesmo. Ela foi escolhida como a Mulher Mais Sexy do Mundo. A gente não pode dizer que esse pessoal que votou está errado, não é mesmo? O nome da fera, conhecida nacionalmente, é Deborah Secco. Na entrevista que deu a Vip a estrela disse que não estava gostando do seu corpo na novela Insensato Coração. "Estava cheia demais", reclamou. Já está mais magra. Sei não, acho que muitos preferem a Deborah com mais carne, como antes. Tanto que a elegeram a Mais Sexy depois da atriz viver personagens depravados, como Natalie e Bruna Surfistinha. O brasileiro, está comprovado, não gosta muito de osso.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

LULA VAI RECEBER MAIS 50 TÍTULOS DE DOUTOR

O ex-presidente Lula já recebeu sete títulos de doutor honoris causa. Espantoso é que o petista tem convites para receber mais 50 certificados desses – está como que banalizando o título, não é mesmo? Já foi reconhecido pelas universidades brasileiras, na França, em Coimbra, a famosa instituição de ensino de Portugal e ainda ontem foi homenageado no México. Recebeu o prêmio Amália Solórzano, que é oferecido a personalidades que se destacaram no desenvolvimento de seus países. Segundo o Inaldo Sampaio, da Folha de Pernambuco, a próxima homenagem será na Universidade Hebraica de Israel.

Enquanto analfabetos funcionais espalhados pelo país ainda consideram o ex-torneiro mecânico um mero grosseirão, ao mesmo tempo em que a grande mídia do país tenta desconstruir a imagem do Lula, ele continua sendo o cara para o povo brasileiro que se beneficiou com suas ações de governo, para americanos, portugueses, franceses, israelenses, argentinos, mexicanos, alemães.

Deve ter alguma coisa errada nessa história toda. Será que dirigentes políticos europeus, africanos, asiáticos, americanos, do Oriente Médio, esse povo das universidades de vários países ficaram completamente cegos? Emburreceram? Vai ver que não, pode ser que a burrice esteja por aqui mesmo, alimentada pela mídia que ainda não se conforma desse cara ter sido presidente da república do Brasil durante oito anos, ainda tendo a desfaçatez de deixar no seu lugar essa mulher.

Muita gente vai estrebuchar. Mas o que se há de fazer? É escrever para essas universidades reclamando ou passar um e-mail para o papa. (Na foto Lula recebe o título de doutor honoris causa em Coimbra, Portugal).

ALDO RABELO É O NOVO MINISTRO DOS ESPORTES

Sai Orlando Silva, do PC do B, entra Aldo Rabelo (foto), do mesmo Partido Comunista do Brasil. O nome do novo Ministro dos Esportes foi confirmado hoje, em Brasília, pela responsável pelo setor de comunicação do Governo Federal, Helena Chagas. O convite a Rabelo foi feito pela presidenta Dilma Roussef, tendo o deputado aceito o desafio.

“Fui convidado pela presidenta Dilma para comandar o Ministério do Esporte, agradeci a confiança e eu aceitei como um desafio. A presidenta me recomendou conduzir o Ministério com todos os desafios da Copa do Mundo e das Olimpíadas”, disse Aldo Rebelo.

A nomeação do novo ministro do Esporte será publicada amanhã (28) no Diário Oficial da União.

CONSIDERAÇÕES SOBRE O ANONIMATO

*O anonimato devia ser usado somente nos casos estritamente necessários para se preservar a pessoa contra atos de retaliação, perseguição ou intimidação. Mas o que se vê com frequência são internautas abusando de recurso por covardia e escondendo a cara para agredir, ofender, caluniar, insinuar, inventar e tentar destruir a honra dos outros. É muito fácil questionar, criticar, chamar vereador, deputado, prefeito, governador ou presidente de ladrão e se esconder debaixo da saia do anonimato. Se você acha mesmo que é o tampa de crush, está disposto a denunciar e desmascarar os políticos cara de pau, vá em frente, mostre o quanto é homem. Faça isso com nome e sobrenome reais.

CORRIDA DA GALINHA ENTRA NO CALENDÁRIO OFICIAL DO ESTADO

A Corrida da Galinha, realizada anualmente em São Bento do Una, agora faz parte do Calendário Oficial de Eventos de Pernambuco. O reconhecimento da festa se deve a um projeto apresentado pelo deputado Ângelo Ferreira e aprovado na Assembleia Legislativa do Estado.

Ao solicitar a distinção para a Corrida da Galinha, foi a seguinte a argumentação do parlamentar:

"O referido evento está na sua 14ª edição e tem sido realizado com brilhantismo pela Prefeitura e pelo povo de São Bento do Una/PE, atraindo turistas de diversos locais do País, contribuindo para aquecer a economia municipal, que tem como principais atividades a avicultura e a agropecuária, que impulsionam o comércio, produzindo emprego para a municipalidade. Além disso, trata-se de um grande evento cultural de manifestação popular. Por isso, peço a aprovação dos Ilustres Pares."

GOVERNO PODE SER PARCEIRO NO NATAL DOS SONHOS

O presidente da CDL Garanhuns, Fernando Couto e o representante da Prefeitura de Garanhuns Wanderley Lopes, estiveram reunidos com a Diretora de Estruturação do Turismo em Pernambuco, órgão ligado a Empresa Pernambucana de Turismo – Empetur, Jane Mendonça, para apresentar o Projeto do Natal dos Sonhos – Edição 2011, com a intenção de ter o Governo de Pernambuco como parceiro do Evento deste ano.

Em um encontro bastante produtivo, a Diretora tratou de assuntos relevantes ao desenvolvimento do turismo da Cidade, ressaltando a taxa de ocupação da rede hoteleira, capacitação profissional, realização de eventos e todos os dados referentes ao projeto de ornamentação natalina da Cidade das Flores. Ela demonstrou amplo interesse pela Cidade e pelo pleito apresentado, destacando a possibilidade de apoio financeiro do Estado junto ao Evento, que precisa apenas do aval do Secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa, para que a parceria seja concretizada.

Depois de quase uma hora de conversa Jane Mendonça sinalizou a intenção de proporcionar, ainda este ano, um encontro com os empresários, donos de hotéis, bares e restaurantes de Garanhuns para discutir a realização de uma capacitação com os membros da cadeia produtiva do turismo, visando melhorias no receptivo aos turistas já durante o Garanhuns Jazz 2012.

Segundo o Presidente da CDL o encontro foi muito positivo para Garanhuns. “Nós fomos ao Recife para demonstrar toda a potencialidade que o projeto Natal dos Sonhos comporta, tais como o desenvolvimento da economia e do próprio trade turístico, uma vez que recebemos no período natalino muitos turistas de Recife e Maceió, entre outras cidades. No entanto, saímos não só com este reconhecimento como também com a possibilidade de melhor capacitar nosso segmento com a promoção de palestras e oficinas a serem desenvolvidas pela própria Empetur, o que será muito bom para Garanhuns”, destacou.

Agora a CDL e Prefeitura têm até o dia 3 de novembro para protocolar o Projeto, a fim de viabilizar a parceria com o Governo do Estado, porém, de acordo com Fernando Couto, este trâmite deverá ser realizado já na próxima segunda-feira, 31 de outubro.

JC FAZ REPORTAGEM ESPECIAL EM GARANHUNS

Uma equipe do Jornal do Commercio estava em Garanhuns, nesta quarta-feira, fazendo ampla reportagem sobre a política local. A repórter Bruna conversou com presidentes de partidos, prefeito, deputado, vereadores, radialistas,  blogueiros, presidente de CDL e OAB, além de populares. Ela constatou o clima de efervescência na cidade e adiantou ter percebido um sentimento anti-Eduardo Campos, por tudo que está acontecendo. No domingo, quando o JC chegar na cidade, não vai dar pra quem quer.

POLUIÇÃO SONORA

Um trabalhador de Garanhuns escreve ao blog para reclamar da poluição sonora na cidade. Segundo ele,  perto da empresa em que atua uma academia perturba e prejudica a produção dele e seus colegas. Quando chega em casa tem um bar em que as pessoas fazem verdadeiras competições de som, tendo o caso já sido denunciado ao Ministério Público sem que o problema fosse resolvido. “Conversei com um policial civil e ele reconheceu que está mesmo uma bagunça”, protesta o garanhuense.

A QUEDA DO MINISTRO ORLANDO SILVA

O ministro do Esporte, Orlando Silva (PCdoB), deixou o cargo nesta quarta-feira (26) após mais de uma semana de acusações de desvio de verba em sua pasta. Silva foi acusado de participar de um esquema de desvio de recursos do programa Segundo Tempo, que dá verba a ONGs para incentivar jovens a praticar esportes. Ele esteve reunido com a presidente Dilma Rousseff para oficializar sua saída.

"Examinamos essa crise e afirmei para a presidenta que não há, não houve e não haverá crimes que me incriminem. Me sinto vivendo um linchamento público sem provas. Há 12 dias sofro um ataque baixo, de agressão vil, baseado em mentiras. Nenhuma prova surgiu, nem surgirá", afirmou. “Falei com a presidenta da minha revolta deste linchamento público que eu vivi, mas tranquilizei ela afirmando que em poucos dias, em poucas semanas, seguramente, a verdade vai vir à tona”, completou.

O secretário-executivo do Ministério do Esporte, Waldemar Manoel Silva de Souza, assume a pasta interinamente após a queda de Orlando Silva. A informação foi confirmada pelo Palácio do Planalto. Souza faz parte da direção estadual do PCdoB no Rio de Janeiro. O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP) é cotado para o cargo. (Fonte: Portal UOL).

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O PROFISSIONAL MARCOS CARDOSO

Tenho o maior respeito pelos companheiros de profissão. Sempre procurei na rádio, no jornal escrito, na internet, valorizar os radialistas, jornalistas e blogueiros da cidade. Dentre os bons repórteres locais sempre fiz questão de destacar o trabalho de Marcos Cardoso, com quem atuei junto, na campanha de Dudu, e tivemos um entrosamento perfeito. Quando o comunicador da Marano me passou as informações sobre os problemas que estava enfrentando na rádio, por conta de uma entrevista feita com Antônio João Dourado, abri imediatamente espaço para sua versão dos fatos e noticiei depois, baseado no que ele me passou, o pedido que teria sido feito para que Dr. Tinoco o demitisse.

Hoje, no entanto, ao ouvir pela manhã uma parte da Manhã Total, fiquei preocupado. Marcos me parece que tenta desqualificar os políticos de Garanhuns. Ficou zombando com as lideranças locais, que numa reunião da Câmara Municipal deram as mãos e cantaram o hino da cidade. Perdoe meu caro Cardoso, mas discordo que aquele encontro seja alvo de ironias. Foi um momento ímpar da história recente do município, quando lideranças separadas por projetos pessoais e outros motivos menos nobres resolveram esquecer as diferenças em defesa da soberania da terra das sete colinas.

Como você, meu caro Marcos, eu já tive minhas decepções ou desilusões com Silvino, Izaías e outros políticos. Por conta disso, contudo, acho que não se pode atirar pra todo lado e por questões pessoais à frente de interesses da coletividade. Ora, os políticos citados têm defeitos, todos têm, como nós jornalistas e radialistas também temos os nossos. Acreditar que a classe política de Garanhuns é pior de que a de Petrolina, Caruaru, Belo Jardim ou Recife é uma ilusão. E os prefeitos, os deputados, os vereadores, são um reflexo do que nós somos.

Lógico que temos de cobrar deles, criticá-los quando mereces e repudiar tentativas de perseguição ou intimidação. Isso é uma coisa, outra diferente é achincalhar, nivelar todos por baixo e abrir caminho para salvadores da pátria importados de outras terras.

Você é um profissional, Marcos, dos melhores que temos. Não jogue isso fora por conta de gestos de A ou de B tomados ao sabor da emoção. Não seja também emotivo, deixe a razão conduzir este momento da sua jornada profissional.

Nós profissionais de imprensa temos uma grande responsabilidade com a Cidade, o Estado e o País. Temos audiência e muita gente acredita no que fazemos. Por isso às vezes querem nos instrumentalizar, intimidar através de ameaças veladas ou do poder econômico. Quem está do outro lado ouvindo a rádio ou lendo o blog pensa que é fácil. Não sabe o trabalho que dá recolher informações, checar os dados, escrever, produzir, publicar ou levar ao ar. E quantos nos atiram pedras a troco de nada, quando só queremos servir e nosso atestado de idoneidade é que após tantos anos de trabalho não temos nenhum patrimônio acumulado e mal conseguimos pagar todas as contas do mês?

Depois de ter ouvido o seu programa, já à tarde, chegou o e-mail de uma mulher, uma ouvinte do seu programa. Sem ter cargo político ou ser candidata a nada essa pessoa lhe fez críticas, sugeriu, pelo que entendi que o atacasse. Naturalmente que não é isso que estou fazendo, pois o considero um amigo, uma pessoa do bem e com capacidade de servir a Garanhuns.

Garanhuns é maior do que seus políticos, é maior do que nós da imprensa, é maior do do que advogados, médicos ou empresários. Essa cidade onde passei 9 anos da minha infância e adolescência e na qual moro há 18 anos da minha maturidade somos todos nós - operários da escrita ou da construção civil, professores, comerciários, secretárias, enfermeiras, costureiras, padeiros, motoristas, moto-taxistas, donas da casa, vendedores, estudantes...

Acredito que nunca devemos perder a visão desse todo, desse universo de pessoas e ideias, lutando sempre pelo que achamos certo e pensando no bem da maioria.

Tenho certeza de que temos muitos pontos em comum, visões parecidas do mundo como cidadãos e jornalistas. Então, meu caro Marcos Cardoso, não vamos perder o foco das coisas neste momento delicado e conturbado da política de Garanhuns.

Vamos esquecer Silvino, Izaías, Luiz Carlos, Antônio João, Eduardo Campos e outros políticos de carteirinha porque todos eles passam e nós vamos continuar no batente até quando Deus quiser.

Posso estar errado e você certo, meu amigo, pois a verdade é escorregadia e muitas vezes pensamos estar com ela e estamos enganados. Mas por princípio considero jornalismo uma missão, um sacerdócio e que devemos estar sintonizados com uma causa, sempre pensando no bem comum.

Neste momento a causa é Garanhuns. Não é estar contra ninguém, até porque os políticos citados - todos eles - merecem respeito uma vez que todos conseguiram seus mandatos dados pelo povo. Ninguém chegou ao poder nomeado, como no tempo da ditadura.

Devemos respeitá-los e exigir também que nos respeitem, quando fazemos um trabalho sério, voltado para a sociedade, sem interesses financeiros ou quaisquer outros.  Devemos ser profissionais, ouvir todos os lados, se posicionar quando necessário, mas sobretudo respeitar porque no meu modo de ver desqualificar os políticos de Garanhuns em detrimento dos que querem entrar aqui pela imposição, através do poder econômico e da pressão política não vai nos ajudar a construir a Cidade Maior dos nossos sonhos.

Devemos ser firmes, combativos, porém também sendo capazes de auto-críticas e gestos fraternos. Como pregava o saudoso senador Marcos Freire: lutar, lutar, "sem ódio e sem medo".


MILTON COELHO CAI DA PRESIDÊNCIA DO PSB

O vice-prefeito do Recife, Milton Coelho (foto), caiu da presidência do diretório estadual do PSB. No seu lugar, por indicação do governador Eduardo Campos, ficará o secretário de Articulação Social e Regional Sileno Guedes.

Embora seja um dos “soldados” do governador, o vice-prefeito da capital vinha causando problemas à legenda socialista. Além das questões políticas, teve um problema de ordem pessoal com o escritor Ariano Suassuna, que chegou a pedir desfiliação do partido, prometendo que só voltaria quando ele, Milton Coelho, não estivesse mais na direção.

Numa entrevista a Rádio Marano, Milton usou um tom considerado debochado e desrespeitoso com o povo de Garanhuns. Segundo ele, desmoralização não é o prefeito de Lajedo vim disputar a eleição daqui e sim ter um gestor que não usa bem os recursos públicos. Do modo como foi feita e com interesses políticos, a intromissão nos assuntos locais foi considerada ofensiva ao município.

No mês de julho, quando ocorreu o episódio envolvendo a família Arraes e o escritor, o blogueiro Gilmar Cardoso, do Rio Grande do Norte, publicou a seguinte nota:

"Azedaram as relações do vice-prefeito do Recife, Milton Coelho (PSB) com a família Arraes, depois que ele se desentendeu com a bela vereadora Marília Arraes (PSB), sobrinha do governador Eduardo Campos, levando o namorado dela, João Suassuna (neto de Ariano), a acertar-lhe um potente cruzado no rosto que exigiu cuidados médicos. O incidente ocorreu durante a festa de aniversário do escritor Antonio Campos, irmão do governador, em uma casa de eventos. Com o nariz sagrando, Coelho disse que a coisa não iria ficar assim. E não ficou mesmo: além do inchaço, Eduardo Campos e Ariano Suassuna estão possessos com o comportamento dele, que foi indicado vice na chapa do petista João da Costa pelo tio ilustre da vereadora. Agora, dificilmente será indicado de novo".


Já o blog Tempero Político, aqui de Garanhuns, informa que o ex-presidente do Partido Socialista tentou "agarrar" a vereadora Marília Arraes, daí a razão de toda confusão.

O SHOPPING CENTER É VIÁVEL

O início dos trabalhos do Shopping Center Garanhuns está atrasado, porém ao que tudo indica a obra vai mesmo sair do papel. Significativo, esta semana, foi a visita de um grupo de empresários à cidade, para conhecer o local das instalações do futuro Centro Comercial. Fizeram parte da comitiva representantes das Lojas Marisa, Centauro, C&A, Lojas Avenida e Casas Bahia, além de Sérgio Manzalli, principal responsável pela vinda do Shopping à cidade.

Podemos dizer que  a instalação das Lojas Americanas, no centro de Garanhuns, está funcionando como um aperitivo do futuro Shopping Center. O bom movimento registrado pelo novo estabelecimento da Avenida Santo Antônio, apenas comprova que a Suíça Pernambucana tem plenas condições de absorver um moderno complexo comercial.

DILMA PRESTIGIA A POSSE DE ANA ARRAES NO TCU

Um dos compromissos da agenda da presidenta Dilma Roussef, nesta quarta-feira, dia 26, é prestigiar a posse da ex-deputada federal Ana Arraes no Tribunal de Contas da União. Filha do ex-governador Miguel Arraes e mãe do atual governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a primeira mulher eleita para o TCU foi a parlamentar mais votada do Brasil, em 2010, tendo optado, no entanto, em trocar o trabalho no Congresso pelo cargo no Tribunal. Sua vitória se deve principalmente as articulações políticas do filho e também ao aval do ex-presidente Lula e de sua sucessora no Palácio do Planalto.

IZAÍAS COBRA DO GOVERNO INDÚSTRIAS PARA GARANHUNS

Para o deputado estadual Izaías Régis, está na hora de Garanhuns ser incluído na rota do desenvolvimento de Pernambuco. Na Assembleia Legislativa, o parlamentar fez um apelo que ao Governo do Estado para inserir o município na rota de crescimento estadual, com a implantação de pequenas indústrias em áreas como informática e agricultura.
Izaías chegou a propor a realização de um debate, com representantes do Governo do Estado e da população local, visando estudar a possibilidade de instalação desses empreendimentos na cidade.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

A SOCIEDADE CIVIL TAMBÉM SE MOBILIZA

Setores importantes da Sociedade Civil de Garanhuns começam a se mobilizar para defender a economia, a cultura e a história do município. As primeiras articulações já foram feitas e deve juntar pelo mesmo objetivo as associações comerciais e comunitárias, clubes de serviço, igrejas, diretórios acadêmicos, advogados, médicos, jornalista, radialistas, donas de casa,  trabalhadores e empresários. O movimento pretende deixar de fora os políticos, que já estão fazendo a sua parte e têm seus interesses específicos. Um dos participantes avisa que não se pretende lutar contra ninguém e sim pelos interesses maiores de Garanhuns, "uma cidade já amadurecida e capaz de resolver seus problemas sem precisar da tutela de ninguém". Dentro de poucos dias a mobilização virá a público e os nomes serão revelados.

BLOGUEIROS DE BOM CONSELHO E ARCOVERDE VÃO A ENCONTRO MUNDIAL EM FOZ DE IGUAÇU

Começa na próxima quinta-feira (27) e segue até o sábado (29), em Foz do Iguaçu, no Paraná,  o 1.º Encontro Mundial de Blogueiros que reunirá bloggers do mundo inteiro. Esses discutirão “O papel da blogosfera na construção da democracia”, em torno das novas mídias, e a mudança que ocorreu com a internet absorvendo grande parte da audiência de mídias tradicionais.

Dois blogueiros pernambucanos estão confirmados até o momento: Amanda Oliveira, de Arcoverde e Cláudio André,  de Bom Conselho.

Parabéns ao Cláudio e a Amanda. Estou certo de que vocês representarão bem todos os blogueiros pernambucanos, especialmente os de nossa região.

MÚSICA FICA SEM A VOZ DE SEBASTIÃO DO ROJÃO

Do Blog Censura Livre:

Um dos maiores nomes da música nordestina faleceu ontem na cidade de Caruaru. Sesbastião do Rojão, estava internado em um hospital de Caruaru. Hipertenso, o mesmo estava internado já há alguns dias realizando tratamento. A causa do seu falecimento contudo, ainda não foi revelada pela família que realizou o seputamento do seu corpo na tarde desta Terça-Feira, também em Caruaru, onde o mesmo tem familiares. A notícia chegou ao conhecimento de poucas pessoas aqui em Garanhuns, fato que gerou um certo constragimento, já que Sebastião detinha na cidade e na região, um número expressivo de amigos,fãs e admiradores do seu trabalho. Muitos é possível até, que ainda desconheçam o fato.

Sebastião do Rojão, cantor e compositor pernambucano, natural do distrito de São Pedro (Garanhuns), gravou do início da década de 60 até o início da década de 80. Teve passagens por outros ritmos durante sua carreira, como o bolero, mas marcou mesmo foi como cantor de forró, registrou sua voz em vários LPs, alguns seus e em algumas coletâneas. Gravou músicas próprias e de compositores e artistas renomados como Gordurinha, Elino Julião, Juarez Santiago, Walmir Silva, João do Vale, Jackson e Pedro Sertanejo. Passando por algumas gravadoras como Bervely, Cartaz, Premier, Chantecler e Copacabana. Nossa saudade e nossas homegens a esse grande artista.

JOVEM ESTUDANTE DA FAGA MORRE EM ACIDENTE

Emanuelle Cavalcante Pereira da Costa, conhecida entre os amigos como Manú, morreu ontem à tarde, num acidente ocorrido na BR-423, nas proximidades do povoado Neves.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, Emanuelle Cavalcante Pereira da Costa, de 22 anos, vinha no sentido Caruaru/Garanhuns e teria ultrapassado alguns veículos quando colidiu com um ônibus da empresa Jotude. A jovem, que conduzia um Fiat Punto de placa KKQ-4058, morreu na hora. Seu corpo foi levado para o IML de Caruaru.

Emanuelle é estudante do curso de Administração da FAGA e ia se formar este ano. Ela é filha do proprietário da Livraria Livropel, estabelecimento que fica na Praça João Pessoa, no centro de Garanhuns.

Ainda ontem, por volta das 22h30, a presidente da AESGA, professora Eliane Simões Vilar e o coordenador da FAGA, Adriano Cavalcante Sena, divulgaram uma nota de pesar pela morte da jovem.

“É com extremos pesar que a presidente da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA), Eliane Simões Vilar, comunica aos alunos, professores e funcionários da instituição o falecimento da aluna do 8º período do curso de Administração em Empreendedorismo da Autarquia Municipal, Emanuelle Cavalcante Pereira da Costa, ocorrido na terde desta segunda-feira, dia 24 de outubro”, registra a nota. (Na foto, publicada originalmente no Blog de Ronaldo César, a jovem Manú).

PR REÚNE SEUS CANDIDATOS A VEREADOR



O Partido da República em Garanhuns, PR, reuniu no último final de semana, na residência de Teresa Bezerra, os seus candidatos a vereador para a eleição do próximo ano. O encontro foi comandado pelo presidente do diretório municipal, Gedécio Barros, nome cotado para concorrer à prefeitura. Seu irmão, o empresário Jeová Barros, também pode ser uma opção na disputa de 2012.

Estavam presentes na reunião a anfitriã Tereza Bezerra, presidente do Sindicato Patronal dos Agricultores; a ex-vereadora Alzira do Hospital, a enfermeira Vera Godói, professora Nelma Carvalho, gestora da Escola São Cristóvão; a comerciante Ana Maria; a presidente do Desafio Jovem, Fabiana Vasconcelos; o integrante da Polícia Rodoviária, Gildo Barbosa; o advogado e ex-diretor da cadeia pública Valdemir Alves, advogado Cláudio Rangel, empresário Gercílio Barros,empresário Marcondes Lira, o cabo da PM Edivaldo Lima,o vigilante da Unicred Joselito Pimentel, o tenente André Lundgreen e o ex-delegado e advogado Alexandre Oliveira.

O PR tanto pode lançar uma candidatura própria a prefeito quanto coligar com outro partido. Gedécio, líder do partido, é independente e tem bom trânsito com todas as lideranças das outras legendas do município.

ORIGEM DA CANDIDATURA DE DOURADO

Na Assembléia Legislativa de Pernambuco deputados conversavam sobre a política de Garanhuns. Um deles, o mais influente,  contou uma versão interessante de como nasceu a candidatura de Antônio João Dourado. Segundo o parlamentar, pesquisas feitas pelo Palácio mostravam sempre Zé da Luz e Izaías Régis bem posicionados. Como não havia interesse na eleição de um dos dois ainda se cogitou de arrumar a situação de Silvino Duarte, de modo que ele pudesse concorrer com as bênçãos de Sérgio Guerra, um aliado do governador. Parte dos problemas do ex-prefeito já estão solucionados, mas há ainda uma pendência. O plano B foi importar um candidato e foi feita uma pesquisa com quatro nomes: Eudson Catão (Palmeirina), Sandoval Cadengue (Brejão), Antônio João (Lajedo) e o deputado estadual Leonardo Dias. O prefeito de Brejão ficou em primeiro, porém não topou o desafio de vir se arriscar em Garanhuns, preferindo ficar com seu povo. Antônio Dourado, o segundo no levantamento, aceitou a missão do Governo e transferiu seu domicílio eleitoral. O resto da história todo mundo já sabe.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

POPULAÇÃO QUER LINCHAR O MONSTRO DE LAJEDO




A prisão de Luiz Lopes da Silva Neto, efetuada hoje, em Calçado, lembrou um filme de ação. Quando foi localizado num matagal a polícia foi acionada, mas inicialmente o efetivo era pequeno. Aí os próprios populares apareceram dispostos a ajudar e logo a PM contava com um batalhão civil de mais de 50 pessoas. O monstro de Lajedo, que matou ex-mulher, filha de 8 anos e mais duas crianças menores, foi cercado e rapidamente dominado. Levado inicialmente para o município em que cometeu os crimes, teve de ser transferido para Garanhuns por causa da ameaça de linchamento. Aqui, na delegacia regional, a situação não mudou. Uma pequena multidão se postou nas proximidades do prédio, com vontade de matar o bandido. Levaram de volta a Lajedo onde provavelmente não estará em segurança. Os atos que praticou revoltaram de tal modo o povo que muitos querem matá-lo antes que fique na cadeia ou passe por um julgamento. Nas fotos acima publicadas no orkut, Luiz Lopes no momento em que foi pego pela polícia.

JOGO PESADO

Preocupados com a resistência ao nome de Antônio Dourado e a possibilidade de uma união entre diferentes forças políticas da cidade, setores do PSB defenderam no Palácio que se jogue duro em Garanhuns. Uma ideia sugerida foi reabrir o caso das festas promovidas na cidade com recursos do Ministério do Turismo, juntamente com uma vasculhada na Prefeitura Municipal por parte do Tribunal de Contas do Estado. Com essas medidas se atingiria o deputado estadual Izaias Régis (PTB) e o prefeito Luiz Carlos de Oliveira (PDT). Quando escrevemos que o clima é de guerra não estamos exagerando.