GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

domingo, 31 de outubro de 2010

DILMA TEM 85% EM GARANHUNS

Em Garanhuns a candidata do PT, Dilma Roussef, teve uma vitória esmagadora. Conseguiu  52.924 votos ou 85,5%, contra  8.988  ou 14,5% do tucano José Serra. O maior percentual da petista no Agreste Meridional, no entanto, foi conseguida no município de Paranatama. Confira como foi a votação em mais sete cidades da região:

São Bento: Dilma 17.557 (79,8%) – Serra 4.427 (20,2%)

Lajedo: Dilma 12.456 (67,9%) – Serra  5.865 (32,1%)

Capoeiras: Dilma 8.035 (85%) – Serra  1.509 (15%)

Caetés: Dilma 9.562 (83,5%) – Serra 1.889 (16,5%)

Bom Conselho: Dilma 17.144 (82,1%) – Serra 3.739 (17,9%)

Correntes: Dilma 7.131 (89,2%) – Serra 857 (10,8%)

Paranatama: Dilma 5.740 (91,8%) - Serra 510 (8,2%).

PORQUE A ESPERANÇA VENCEU OUTRA VEZ

Não era para ser uma campanha entre esquerda e direita, como no passado, uma vez que as ideologias não podem ser encaradas da mesma maneira de algumas décadas atrás. Além disso, os dois candidatos militaram do lado das forças e progressistas e populares, nos anos 60 e ambos sofreram de uma maneira ou de outra os efeitos do golpe militar de 1964. Com a redemocratização, ambos se aliaram novamente no campo esquerdista, tendo Serra passado pelo PMDB e migrado para o PSDB, quando este partido foi criado. Dilma se filiou ao PDT de Leonel Brizola e depois, com Lula, terminou virando petista. Com essa trajetória de cada um, poderíamos ter tido uma campanha mais civilizada, mais propositiva e que não aceitasse táticas e estratégias da época de guerra fria que envolveu os Estados Unidos, a antiga União Soviética e consequentemente o mundo todo.

O ex-governador de São Paulo, que começou a fazer política como presidente da UNE e esteve na defesa do presidente João Goulart em 64, desde 2002, quando disputou a primeira eleição presidencial, contra Lula, optou por dar uma guinada à direita. Em 2010, quando se apresentava como candidato mais preparado e experiente, começou a cometer uma série de erros que resultariam na sua derrota. Demorou muito a se decidir e quando enfim anunciou sua candidatura se atrapalhou todo na indicação do vice. Escolheu Álvaro Dias, do Paraná, mas como o irmão deste resolveu disputar o governo daquele estado em aliança com o PT, mudou seu companheiro de chapa, ficando então o deputado Índio da Costa, que nem conhecia.

A campanha de Serra, que parecia centrada no início, tanto que ele fez um discurso memorável em Brasília, quando da homologação do seu nome, começou a tomar outros contornos a partir da presença de Índio da Costa na cena política. O deputado do DEM do Rio de Janeiro começou a fazer declarações de cunho fascista e terrorista que espantaram os setores mais conscientes da sociedade brasileira. O pior é que o tucano candidato a presidente ao invés de chamar seu comapnheiro a atenção (não precisava ser de público, naturalmente) endossou o discurso reacionário do rapaz, que mais parece um Ronaldo Caiado de sotaque carioca.

A condenação do alinhamento político de Lula com outros governantes latino americanos, como Evo Moralez, da Bolívia, foi outro erro político de Serra, que aí também se voltou mais para a direita. Chegando a fase dos programas eleitorais, explorou de maneira oportunista a religião e a questão do aborto, este último colocado na agenda com força já no final do primeiro turno. Para seu azar, ex-alunas de sua mulher, Mônica Serra, revelaram que esta já tinha provocado a interrupção de uma gravidez, no início dos anos 90, quando o casal vivia uma situação difícil. Imediatamente o ex-governador mudou o foco da discussão, mas o estrago já estava feito.

A vitória de Dilma Roussef tem muito a ver com o carisma do presidente Lula, com os êxitos do seu governo, mas poderia ter sido evitada se José Serra tivesse permanecido na linha "paz e amor" do começo. Deputado, senador, prefeito, governador e ministro, com muito maior desenvoltura para falar e enfrentando uma mulher completamente inexperiente em disputas eleitorais, o tucano podia sim ter chegado mais longe. Ao se aliar a setores mais conservadores, assumir o discurso de candidato dos patrões e dos ricos, ao repetir o discurso do medo, o oposicionista deu ao atual presidente da República tudo que ele queria: transformar a eleição numa espécie de plebiscito entre a Era FHC e a atual, numa disputa entre o povo e as elites, progressistas e conservadores, direita e esquerda. 

Como diria  o ex-frei Leonardo Boff, numa manifestação pró-Dilma levada à televisão, "em 2002 a esperança venceu o medo e desta vez o amor vai vencer o ódio".

Serra conseguiu, graças aos erros no encaminhamento da campanha, trazer de volta para o palanque do PT muita gente que ficou decepcionada com o partido após o episódio do mensalão e suas alianças com Renan, Sarney e até o Collor. Vieram os professores das universidades, os intelectuais, os artistas, setores da classe média. Muitos que nem iam se empenhar na campanha, como em 2002, terminaram dando tudo de si para evitar "retrocessos".

Percebi isso muito bem na sexta-feira passada, quando uma caminhada no Recife, com a presença do presidente Lula (a candidata não estava), arrastou, segundo cálculos da Polícia Militar, mais de 100 mil pessoas pelo centro da capital pernambucana. Há quanto tempo não se vê isso na Veneza Brasileira? Acho que só em 1979, na volta de Arraes, em 86, quando o socialista disputou a eleição para retomar o governo, e em 1989, ano em que Lula enfrentou Fernando Collor. 

O fato é que pela primeira vez uma mulher chega à presidência do Brasil. Nunca tinha sido candidata nem a síndica de prédio. Se atrapalhou na maioria dos debates em que esteve presente, na televisão. É feia, roliça, mal feita, não tem carisma nenhum. Tem jeito de antipática, de durona. Dilma Roussef, no entanto, apesar de tudo, derrotou o homem das mil e uma utilidades. O cara que já exerceu os cargos mais importantes do país, excetuando a presidência, e que teria sido responsável pelos medicamentos genéricos, seguro desemprego, o bolsa alimentação (que deu origem ao bolsa família), FAT, Pronaf e tanta coisa mais que se a gente for a fundo ele ajudou Pedro Álvares Cabral a descobrir o Brasil.

Não existe mais ninguém matuto. Os idiotas perdem espaço. Todo mundo está ficando a cada dia mais sabido um pouqinho. Quem não comia carne, não tomava leite e iogurte e hoje tem direito ao consumo como qualquer pessoa da classe média, não tinha porque mudar os rumos de um governo que lhe ofereceu o mínimo necessário e dignidade. O discurso do Serra, então, embora bem ensaiado, não conseguiu convencer milhões de brasileiros, principalmente os mais pobres do Nordeste e de outras regiões do país.

Lula venceu Fernando Henrique. Dilma venceu Serra. A esperança triunfou mais uma vez. E o amor venceu senão o ódio, pelo menos a intolerância e a mentira.

Vamos torcer para que dê tudo certo. Que o Brasil continue no rumo dos últimos anos. Com educação de qualidade, melhorias na saúde, menos corrupção, a redução ainda maior das desigualdades e a eliminação da miséria. Não estamos sonhando ou querendo muito, apenas querendo ver a realização do que foi prometido.

(No momento em que encerro essa análise, 99,58% dos votos da eleição de presidente estão apurados. Dima tem 55 milhões de voto, contra 43 milhões de Serra. São 12 milhões de diferença, perto de 13% dos votos válidos. Os institutos acertaram em cheio).

**A foto de Dilma Roussef, acima,  é do Portal G1, do Sistema Globo de Comunicação.

PSB VENCE NA PARAÍBA, PIAUÍ E AMAPÁ

O Partido Socialista Brasileiro, PSB, que já tinha vencido no primeiro turno em Pernambuco e no Ceará (com Eduardo Campos e Cid Gomes), ganhou neste segundo turno também os governos da Paraíba, Piauí e do Amapá.

Os paraibanos elegeram Ricardo Coutinho (foto), que derrotou o atual governador, José Maranhão, do PMDB. Com 86% das urnas piauienses apuradas o socialista Wilson Marins está na frente do seu adversário, Silvio Mendes (PSDB), cerca de 18 pontos percentuais. No Amapá Camilo Capiberibe (PSB) derrotou Lucas (PTB) com uma vantagem de sete pontos.

Em Alagoas a apuração já está próxima de terminar e Teotônio Vilela (PSDB), está conseguindo se reeleger ao derrotar o pedetista Ronaldo Lessa. Simão Jatene (PSDB), derrotou a petista Ana Júlia, no Pará.




DIFERENÇA SERÁ SUPERIOR A 10 MILHÕES DE VOTOS

As pesquisas divulgadas ontem à noite, por quatro institutos, estão mais próximas do resultado final da eleição de hoje no Brasil. Com cerca de 92% das urnas já apuradas, Dilma chegou a 50. 840. 727 de votos, contra 41.081.764 de José Serra. Em termos percentuais ela tem pouco mais de 10% de vantagem, o que está rigorosamente dentro da margem de erros dos números do IBOPE e Datafolha deste último sábado.
*Nas fotos Dilma e Serra, logo depois de votar, neste domingo.

DATAFOLHA CONSIDERA DILMA ELEITA

Com base nas urnas já apuradas, o Instituto Datafolha, de São Paulo, fez uma projeção e considera que Dilma Roussef, do PT, está eleita e será a primeira mulher a comandar os destinos do país. Até o momento, com 79% das urnas apuradas, a petista conquistou 42.803.779 votos, enquanto o tucano José Serra obteve 36.705.679. Esse índice, por enquanto, destoa da pesquisa de urna do IBOPE. A diferença em favor da governista não chega a 8% dos votos.

IBOPE: VITÓRIA DE DILMA SERÁ POR 16 PONTOS

Pesquisa de boca de urna do IBOPE, divulgada agora no início da noite, aponta uma vitória da candidata do PT, Dilma Roussef, com uma diferença de 16 pontos percentuais. Segundo o tradicional instituto, a governista terá 58% dos votos válidos, contra 42% do oposicionista José Serra. Neste levantamento o IBOPE ouviu 54 mil eleitores nas mais diversas regiões do país.

Nas eleições dos governos estaduais, dois nomes já estão eleitos neste segundo turno. Agnelo Queiroz, do PT, venceu no distrito federal com o dobro de votos de sua adversária, Weslian Roriz, do PSC. Outro vitorioso foi Marconi Perilo, do PSDB, que derrotou Irís Rezende na eleição de Goiás. Em Alagoas a apuração está lenta e Teotônio Vilela (PSDB) está na frente de Ronaldo Lessa (PDT). Ricardo Coutinho (PSB), lidera a apuração na Paraíba com mais da metade dos votos já apurados.

VÍDEO INFAME

Às vésperas praticamente da eleição, foi jogado na internet um vídeo muito bem feito tecnicamente. É intitulado "O Fim dos Tempos, Final dos Tempos", alguma coisa assim. Vi somente uma vez e não percebi se alguém assinava a peça. A Carta Capital informa que o material foi utilizado no site oficial do PSDB e reproduzido pelo jornalista Ricardo Noblat e pelo Estadão. Os tucanos, o jornalista e o tradicional jornal paulista não fazem nenhuma condenação ao vídeo, apesar do seu caráter criminoso, com altas dosagens de marketing nazista. Resumindo o conteúdo da peça publicitária temos o seguinte: Dilma é eleita presidente do Brasil. Em pouco tempo nuvens negras cobrem o céu do país. A dirigente petista persegue a imprensa, transforma a República numa segunda Venezuela, rompe com seu ex-aliado Lula que dá entrevistas criticando sua sucessora. Ela extermina a oposição, traz de volta ao cenário Erenice e José Dirceu, se comporta, segundo o material do youtube, como uma Stalin renascida e de saias. Dito assim, o leitor pode até imaginar que se trata de uma coisa inofensiva e imbecil. Não é. Está bem produzido, bem escrito e será capaz de convencer alguns da catástrofe eminente. O pior, nessa história, é o site oficial dos tucanos subscrever a patifaria e Noblat junto com o Estadão mostarem sem uma linha de condenação, o que equivale a concordar e espalhar o conteúdo fascista pela internet. Desde 1989 o Brasil não assistia uma campanha tão suja e tão direitosa, onde até o papa se meteu, incitado por bispos retrógrados. Graças a Deus hoje acaba tudo e o eleitor, se os institutos estiverem certos, vai derrotar o Serra, o Índio, a Veja, a Época, a TV Globo e todos que conspiraram de forma feia e suja contra a democracia e a vontade popular. Esse vídeo com essa ficção assustadora é uma infâmia. O Brasil do século XXI não merece isso.

GRANDES NOMES DA MPB XLIV (44)

MARIA RITA

Esta semana estava no carro, entre Garanhuns e Lajedo, e o som modesto, de mais de 10 anos, tocava um CD com uma seleção de Paulinho da Viola. Só grandes cantores interpretando o mestre do samba: Beth Carvalho, Emílio Santiago, Caetano Veloso, Djavan, Nara Leão, Elis Regina...

“Olá, como vai? Eu vou indo e você tudo bem? Tudo bem eu vou indo pegar meu lugar no futuro, e você?

A música Sinal Fechado, já consagrada na voz do próprio Paulinho, Fagner e Chico Buarque é ainda mais encantadora na voz única de Elis Regina. Nem parecia que eu já tinha ouvido essa canção tantas vezes. Tanto a letra, como a interpretação arrojada da “Pimentinha” ainda conseguem emocionar.

“Tanta coisa que eu tinha a dizer
Mas eu sumi na poeira das ruas...”

Especialmente neste trecho a voz de Elis, numa entonação especial, atinge aquela perfeição fora do comum, coisa dos deuses, quem sabe?

Elis, já abordada nesta série sobre MPB, morreu em 19 de janeiro de 1982. Logo estará fazendo 30 anos, hoje a idade do meu filho Luiz Fernando, o Lulinha, que tem uma filha perto de completar 10 aninhos.

Eu também tenho algo a dizer
Mas me foge à lembrança
Por favor, telefone, eu preciso
Beber alguma coisa, rapidamente...

Observei, tocado pela emoção passada pela artista: “Ainda é a melhor cantora do Brasil”. Não estou sozinho ao pensar assim. Hoje abro sites na internet, folheio livros e revistas e encontro muita gente boa escrevendo “foi, sem dúvida, a maior cantora brasileira de todos os tempos”.

Elis nos deixou cedo. Ficaram, no entanto, as interpretações inesquecíveis de Travessia (Milton Nascimento), Romaria (Renato Teixeira), Como Nossos Pais (Belchior), Dois pra lá, dois pra cá (João Bosco e Aldir Blanc), A Cartomante (Ivan Lins), As Curvas da Estrada de Santos (Roberto e Erasmo Carlos), Saudosa Maloca (Adoniram Barbosa), Carinhoso (Pixinguinha), Tatuagem (Chico Buarque), Se eu quiser falar com Deus (Gilberto Gil), Mucuripe (Fagner), Águas de Março (Tom Jobim)... Tem tanta coisa boa que daria um livro.

Elis Regina nos deixou também (ela e o músico César Camargo Mariano), a Maria Rita. Aí o casal, o encontro dos genes, ou um sopro de Deus, como que nos trouxe de volta a melhor voz feminina da música popupular brasileira. Ela ainda não é igual a mãe, mas quem sabe um dia chega lá. De todo modo está muito acima da média e em menos de 10 anos de carreira já se consolidou com um dos grandes nomes da nossa boa MPB.

Maria Rita Costa Camargo Mariano nasceu em São Paulo, no dia nove de setembro de 1977. É formada em Comunicação Social e Estudos Latino-Americanos nos EUA. Com tanta voz, tanto talento, filha de pai músico e mãe cantora, só decidiu seguir a carreira artística aos 24 anos de idade.

Possivelmente o fato de ser filha de Elis, a fama de sua mãe como a melhor cantora do país inibiu um pouco Maria Rita. Esta confessou numa entrevista que só tomou a decisão quando tinha a resposta para a pergunta: “Por que cantar”? Talvez tivesse de passar mesmo por esse dilema, pela responsabilidade de enfrentar estúdio, palco, público, crítica, um país inteiro que não esquecia da excepcional intérprete da bossa nova, do samba, do pop, da MPB.

Mas em 2002, antes mesmo de lançar qualquer disco no mercado, Maria Rita já recebia um prêmio de uma associação de críticos do Sudeste como “cantora revelação do ano”. No ano seguinte, lançou o primeiro CD, com o seu nome, e se transformou num fenômeno de vendagem de discos: foram mais de um milhão de cópias, coisa de Roberto Carlos até os anos 80. Na década atual, com a pirataria dominando, a moçada baixando música pela internet, vender isso tudo nas lojas não é para qualquer um.

A artista estourou no Brasil e também no exterior. Logo sua voz chegou a Portugal, Argentina, Colômbia, Chile, Venezuela, México, Itália, Suíça, Suécia, Holanda, Inglaterra, Coréia e Japão. Maria Rita conquistou o mundo.

Com o primeiro disco ganhou o Grammy Latino de 2004 nas categorias Revelação do Ano, Melhor Álbum e Melhor Canção em Português (pela música “A Festa). Aí começou a colecionar prêmios, se apresentar nos palcos das principais capitais brasileiras e nas cidades européias.

Em 2005 lançou “Segundo”, o novo CD, conseguindo repetir o sucesso do primeiro. Participou, na seqüência, de discos de diferentes artistas, como Gilberto Gil, Paralamas do Sucesso, O Rappa e até da argentina Mercedes Souza, que morreu algum tempo atrás.

“O Samba é Meu”, terceiro disco da cantora, vendeu mais de 200 mil cópias (ficou entre os 10 mais de 2007) e recebeu o prêmio Multishow como o melhor do ano.

Maria Rita parece fisicamente com Elis Regina, só que é mais bonita tanto de rosto quanto de corpo. O timbre de voz é extremamente parecido com a da mãe e há momentos que você fica na dúvida: quem está cantando das duas? O repertório é de primeira: como já começou madura ela não perdeu tempo com experiências desnecessárias e só gravou música de craques.

A artista tem uma presença de palco incrível, um visual exuberante, passa muito energia e quando está cantando, soltando sua bela voz que nos trás ecos de passado - sem deixar de representar o presente e o futuro - não podemos evitar o deslumbramento, a admiração. A vemos como uma estrela, uma deusa, uma cantora mandada por Deus para preencher uma lacuna que ficou durante anos na música popular brasileira.

Elis Regina partiu cedo. Ficaram os registros de sua arte e talento. E ficou a sementinha. Como se Elis continuasse por aí. Mas não é ela, é a continuidade, é Maria Rita. Uma cantora que com muito charme e talento já ocupa um lugar de honra na galeria de Grandes Nomes da MPB.

sábado, 30 de outubro de 2010

QUATRO NOVAS PESQUISAS FAVORECEM DILMA

Quatro novas pesquisas foram divulgadas neste sábado, à tarde e à noite, sobre a eleição de amanhã, que vai definir o nome do sucessor do presidente Lula. Em todas a candidata do PT, Dilma Roussef, está na frente, com uma diferença sobre José Serra que vai de 10 a 14%. Abaixo, os números de cada instituto, considerando apenas os votos válidos (já excluídos os brancos e nulos).

IBOPE: DILMA - 56; SERRA - 44%

DATAFOLHA:  DILMA - 55; SERRA - 45%

VOX POPULI: DILMA -  57; SERRA - 43%

CNT/SENSUS: DILMA - 57,2; SERRA - 42,8%

Tanto o IBOPE quanto o Datafolha escreveram no relatório de suas pesquisas, lido no Jornal Nacional, que a petista Dilma Roussef deve ser eleita a nova Presidente da República neste domingo. Está em jogo a credibilidade desses institutos.

BLOG ATINGE MAIS UMA MARCA

Começamos este blog no dia oito de julho de 2009. Três meses depois, em outubro foi colocado o contador de visitas. Esta semana estivemos atentos aos acessos e observamos que até o domingo chegaríamos aos 100 mil. Não levamos muita fé que seria hoje, pois sempre há uma queda neste dia. Mas agora há pouco vimos um pouco surpresos que já chegamos ao expressivo número. Claro que não são 100 mil pessoas, muita gente nos visita todo santo dia. Outros vão e vêm. Uns desaparecem, outros chegam. De qualquer maneira temos a certeza de que somos muito lidos. Em Garanhuns, em todas as cidades do Agreste Meridional, na Região Metropolitana do Recife, em muitos lugares onde há garanhuenses, capoeirenses e pernambucanos espalhados por esses brasis e pelo mundo. Estamos chegando à média de 500 acessos por dia, próximos de 15 mil por mês. Visualização de página, que inclui a passagem do internauta por diversas postagens, são mais de 1.500 por dia, quase 40 mil por mês. A Nova Sandy continua o texto mais lido, tendo sido visto até agora por cerca de 2.500 pessoas. Uma outra nota, sobre crianças abandonadas em Garanhuns, tem sido bastante procurada nos últimos três meses e já está perto do topo. A cobertura da campanha política nacional, nesses últimos dias, também tem despertado muita atenção. É uma satisfação chegar a essa marca. Principalmente neste momento, em que estão chegando os patrocinadores. Os leitores podem ter a garantia de que vamos continuar lutando por manter a qualidade e os clientes têm a certeza de que estão fazendo um investimento com retorno e não "ajudando" um pobre blogueiro. Quero, nesta oportunidade, agradecer a todos que nos prestigiam e compartilhar com vocês essa alegria. Viva a Imprensa Independente! Viva Garanhuns, Pernambuco e o Brasil!

GARANHUNS FORTALECE O PROJOVEM

Com o objetivo de descobrir novos talentos e as aptidões físicas de adolescentes participantes do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem), a Prefeitura de Garanhuns implantou uma série de atividades de Esportes, Lazer e Cultura, entre as áreas já existentes no Programa.

As novas atividades são Voleibol, Futebol de Campo, Futsal, Teatro, Dança e Capoeira, que serão desenvolvidas diariamente, nos turnos da manhã e tarde, de forma alternada entre as turmas.

Mais de 600 jovens estão envolvidos nessas atividades. Atualmente o Programa conta com 28 turmas em 17 Núcleos distribuídos nas seguintes comunidades:

Boa Vista, Dom Hélder Câmara (Cohab 3), Francisco Figueira (Cohab 2), Indiano, Magano, Mundaú, Parque Fênix, Várzea, Vila do Quartel, nos Distritos de Iratama, Miracica, São Pedro, e nas Comunidades Quilombolas Castainho, Estivas, Timbó e Caluête, bem como na Fundação de Atendimento Sócio Educativo de Pernambuco (FUNASE).

PRIVATIZAR E ARBORIZAR

Meu amigo Rafael Brasil é uma pessoa de convicções firmes, que admite abertamente o que seu candidato esconde com interesses eleitorais. Confiram o que o filho do grande ex-prefeito de Caetés escreveu em seu blog:

"É preciso vender o que resta de empresas estatais. Faltou gente na campanha para defender o liberalismo , fundamental para o crescimento econômico, ético e moral de uma nação. Ainda estamos longe disso, apesar dos avanços na área econômica e na política com a democracia. Abaixo PETROBRÁS, Banco do Brasil, INFRAERO, Banco do Nordeste, e todos os cacarecos que infestam a vida dos brasileiros. Por um serviço público essencialmente profissional e republicano". 

Caso Dilma seja eleita, espero que ela preserve a Petrobrás, o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste , como patrimônios do povo brasileiro. A Infraero é um caso a pensar, talvez ficasse melhor mesmo nas mãos de empresários da iniciativa privada. 

Faé, como também é conhecido pelos amigos de longa data, também escreveu sobre Capoeiras, defendendo a arborização da cidade. Nisso aí você tem razão e vou passar as sugestões ao prefeito Dudu. Lembrando que a minha terra natal tinha mais de 50 árvores frondosas, que a genta chamava de castanholas, que foram derrubadas criminosamente pelo governo anterior. Neste tempo, infelizmente, não tinha ainda uma Brigada Ambiental no município para defender a natureza. Hoje é preciso realmente rearborizar o centro urbano, porque quando se procura uma sombra, com o sol batendo forte,  não tem uma única para dar um alento. Foram todas sepultadas com os quase centenários pés de castanhola.

UM DEBATE MUITO CHATO

O debate entre José Serra e Dilma Roussef, ontem à noite, na TV Globo, foi o mais chato de todos os realizados na atual campanha eleitoral, incluídos os dois turnos. O formato, que tinha tudo para tornar mais interessante o duelo verbal dos candidatos, com perguntas de cidadões comuns de diferentes regiões do país, terminou se transformando numa mera entrevista, num ping pong com a participação da plateia, sem que a petista ou o tucano tenham brilhado especialmente em nenhum momento. Evitando claramente a polêmica, os ataques e apenas se atendo ao decoreba que há havia sido repetido dezenas de vezes nos programas eleitorais, Serra e Dilma tangenciaram questões referentes à corrução, funcionalismo público, baixo salário de professores, previdência, programas assistenciais do governo e outros temas relevantes, encarados de forma eu diria até simplória. O ex-governador de São Paulo, muito mais seguro, bem vestido, com um semblante leve e tranquilo, nem parecia o personagem angustiado do programa da Rede Record. Muito mais convincente e desenvolto parecia até o líder das pesquisas e não o contrário. Dilma, outra vez com o figurino errado, parecia pouco à vontade rodando no palco, ou picadeiro, rodeada de eleitores indecisos e observada com olho crítico pelo adversário. Confesso que deu sono e só consegui chegar até o final por dever de ofício. O representante do PSDB foi melhor, mas não creio que tenha vencido coisa alguma, pois não teve nada de relevante pra fazer o eleitor mudar de voto. A petista apenas administrou sua vantagem e deve se dá por satisfeita. Acho que melhor do que os candidatos e de que o Bonner - nesta sexta-feira um mero coadjuvante, mais preocupado com o relógio - foram os indecisos. Fizeram boas perguntas, representaram o eleitor médio brasileiro e não cansaram ninguém. Pena que tenham obtido respostas já combinadas pelos marketeiros e incluídas nas cartilhas insistentemente divulgadas nos guias eleitorais. Na Bandeirantes, Rede TV e Record tivemos debates. Bons ou ruins podem ser chamados de debates. A Globo fez mais uma Mesa Redonda. Tinha hora que parecia que ia aparecer o Serginho Groisman rodeado de adolescentes. Teria sido mais interessante.

FILMES INESQUECÍVEIS XXVIII

RAIN MAIN

Tom Cruise, em 1988, era apenas um aspirante a astro de Hollywood. Dustin Hoffman, era já um ator consagrado, conhecido no mundo inteiro graças principalmente a dois grandes filmes: A Primeira Noite de um Homem e Perdidos na Noite. O encontro desses dois artistas, no final dos anos 80, sob a direção do  americano Barry Levinson resultou num dos mais belos filmes já produzidos pela máquina de fazer cinema dos EUA.

“Rain Main”, que em Portugal recebeu o título “Encontro de Irmãos”, conquistou o público pelo roteiro bem escrito, pela direção segura de Levinson, por tratar de uma doença rara, chamada autismo, de forma extremamente sensível e sobretudo pela interpretação muito acima da média de Dustin Hoffman ao viver o personagem Raymond Babbit.

O filme poderia, nas mãos de algum diretor incompetente, ter se transformado num mero melodrama, capaz de arrancar lágrimas e talvez risos. Sob o comando do cineasta americano virou obra prima e ganhou aclamação mundial.

O longa conta a história de Charlie Babbit, um jovem homem de negócios que ainda não se equilibrou financeiramente e que ao partir para um fim de semana com a namorada, recebe a notícia da morte do pai. Com este o personagem (Cruise) nunca tivera bom relacionamento e faziam muitos anos que não se viam.

Charlie deixa de viajar para saber o que o pai lhe deixara e toma um choque: A herança é apenas um carro antigo, que ele adorava quando criança e rosas premiadas, cultivadas pelo seu velho. Uma fortuna de três milhões de dólares, no entanto, ficara para um desconhecido, fato que deixa o rapaz muito irritado.

Com pouco Babbit vai descobrir que toda grana ficou para ser administrada em nome de Raymond, que é seu irmão e sofre de uma doença rara, ele é autista.

Nervoso, de olho no dinheiro, com a ajuda da namorada Susanna, Charlie tira Ray da clínica onde ele recebia tratamento especial e faz uma demorada viagem por várias cidades americanas, com destino final para Los Angeles.

Aos poucos, Charlie vai descobrindo seu irmão: ele é repetitivo, assustado, tem inteligência e memória privilegiadas. Não é propriamente um retardado, mas uma pessoa que vive dentro do seu próprio mundo, com dificuldade para se comunicar com o “mundo real”.

O personagem de Cruise várias vezes perde a paciência com Raymond, que antes de conquistá-lo ganha inteiramente o público que acompanha a história. Aí é que entra o talento de Dustin Hoffman. Ele parece mais velho do que é na época, anda de forma lenta e desajeitada, tem uma voz anasalada e um olhar inteiramente perdido, como se não estivesse vendo o que se passa em seu redor.

Carregando o irmão à força pelas estradas e cidades americanas, Charlie termina se reencontrando com o seu passado. Ele, que tinha lembranças de um amigo imaginário de infância, a quem chamava de Rain Main, termina descobrindo que o garoto era de carne e osso - seu irmão - que vivera com ele quando garotos e fora mandado pelos pais para tratamento especializado porque uma vez colocara sua vida em perigo.

Ao descobrir os segredos da infância, ao se reencontrar com seu passado e ao conviver com Raymond, Charlie vai naturalmente mudando de atitude e revendo seus valores. Sem em nenhum momento cair no melodrama, Barry Levinson nos proporciona cenas de grande beleza ao mostrar o nascimento ou renascimento do amor entre os irmãos, mesmo vivendo em “mundos diferentes”.

Um filme com a qualidade de Rain Main, não poderia ter sido somente sucesso de público. O trabalho do diretor americano conquistou também a Academia de Hollywood e ganhou os principais Oscar de 1989: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro e Melhor Ator. A última estatueta, é óbvio, ficou com Dustin Hoffman possivelmente na melhor interpretação de sua longa e respeitada carreira. O longa recebeu muitos outros prêmios mundo a fora.

Enfim, este é um filme para ver, rever, guardar a cópia em DVD com muito carinho, comentar com os amigos e colocar na relação de obras primas. Difícil não se comover com essa história contada de forma tão eficiente por Barry Levinson. Quem viu certamente guardou bem nas suas lembranças a beleza de Rain Man.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

RECIFE REVERENCIA LULA

Por Priscila Muniz - Do JC Online

No Centro do Recife, chuva de água e de gente. Gente que tomou a avenida Conde da Boa Vista para celebrar Lula. A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, foi lembrada em poucos momentos. Distinto de um ato de campanha, o evento que trouxe o presidente da República à capital pernambucana teve ares de exaltação ao homem que, em breve, deixará o cargo mais importante do País. Cargo que ocupou durante oito anos, alcançando índices significativos de aprovação popular.

A caminhada, que partiu da Praça Oswaldo Cruz, na Boa Vista, teve início às 17h15, com a chegada do presidente. Na concentração havia muitos militantes dos partidos que apoiam Dilma, além de representantes dos mais diversos movimentos sociais, como o MST, movimentos estudantis, de gênero, entre outros. Mas, ao contrário do que aconteceu em outros eventos durante a campanha, a adesão da população em geral chamou a atenção.

Estudantes, trabalhadores em fim de expediente, pessoas mais velhas. Os eleitores que foram ver Lula tinham perfis variados. Muitos, ao avistarem o caminhão que trazia o presidente, corriam, se imprensavam, para tentar chegar perto do ídolo. Por várias vezes, Lula foi às laterais do caminhão para cumprimentar os eleitores. Com ele, estavam o Governador Eduardo campos (PSB), os senadores eleitos Armando Monteiro (PTB) e Humberto Costa (PT) e o deputado eleito João Paulo (PT), além de outras lideranças locais. Mas, no evento, todos foram coadjuvantes.

As câmeras dos celulares foram constantemente acionadas na tentativa de obter um registro da passagem de Lula. Canções em homenagem ao presidente eram puxadas ao longo de toda a caminhada. Elas diziam: "Lula, guerreiro, do povo brasileiro"; "Olê, olê, olê, olê, Lula, Lula". Somente na altura da Avenida Guararapes é que a multidão lembrou-se de cantar também a Dilma, e acompanhando o carro de som, repetiram uma adaptação de uma famosa canção do PT: "Dilma lá, brilha uma estrela".

De acordo com a Polícia Militar, 100 mil pessoas participaram da caminhada. 260 soldados fizeram a segurança do evento, além de seguranças particulares. Do Recife, Lula seguiu para São Paulo, para assistir ao debate da TV Gobo entre os presidenciáveis Dilma Rousseff e José Serra. (Foto: JC Online).

O ENCERRAMENTO DA PROPAGANDA ELEITORAL

Luiz Gonzalez, marqueteiro de José Serra, começou mal, foi se acertando e durante vários momentos, no final do primeiro turno e na campanha do segundo turno, conseguiu produzir programas para a televisão melhores do que o seu rival. João Santana, responsável pela propaganda de Dilma Roussef, iniciou dando um "show de bola". Do meio para o fim se acomodou, imaginou que a fatura estava liquidada e se perdeu um pouco. Na segunda fase, teve altos e baixos, mas diria que no cômputo geral se saiu bem. Hoje, no encerramento do chamado Guia Eleitoral, tanto tucanos quanto petistas esquceram as baixarias, os ataques, a Erenice, o Paulo Preto e até do Pré-Sal se falou um pouco menos. Os dois grupos políticos fizeram programas plasticamente bonitos, com visual exuberante, música, depoimentos e apresentação de algumas propostas dos candidatos. Serra esteve bem em suas falas e usou fortes cabos eleitorais: Aécio Neves, Geraldo Alckmin, Fernando Gabeira, dentre outros. Dilma chega parecia acesa, de tão animada e seus pronunciamentos (editados, claro), estavam impecáveis. Só usou um cabo eleitoral, o maior do país: o presidente Lula. Ele teve talvez a sua melhor particpação até agora nesta campanha, agradeceu a Deus a oportunidade de trabalhar pelo Brasil e pediu votos para sua candidata. Quase todo mundo, a essa altura, já sabe em quem vai votar. Os programas eleitorais, no entanto, podem ter servido para cristalizar a situação atual, que favorece a governista. O debate na Globo, este sim, dependendo do encaminhamento, pode mexer um pouco mais com a intenção de votos.

UMA DECISÃO NECESSÁRIA

Quando fiz a relação dos meus blog preferidos, escolhi prestigiar os bons articulistas da imprensa estadual e nacional. Ao mesmo tempo, fiz questão de incluir na relação os bloggers de Garanhuns, pois considerava que estamos todos no mesmo barco, com os mesmos propósitos. Nunca quis deixar ninguém de fora para não discrinimar. Assim, da lista fazem parte o Ronaldo César, o Wagner Marques,  Jodeval Duarte, o Calvino, Alexandre Marinho, Censura Livre, Blog da Transparência. Augusto Souto, Valdir Marino e seu site do Agreste, Eduardo Peixoto, Wellington Carneiro, Dedé Seixas, além do meu querido amigo Rafael Brasil, de Caetés, o Blog da CIT, de gente de Bom Conselho, e o Blog Capoeiras, do Raimundo Lourenço.O Blog Chumbo Grosso, de Altamir Pinheiro, há um bom tempo também está nesse time de tantos craques da escrita.

Primeiro recebi solicitações de moderar os comentários do guerrilheiro. Tomei esta decisão, foi aprovada pelos leitores e só estão sendo publicados as observações minimamente civilizadas. Desde o mês passado recebo também pedidos para a retirada do blog Chumbo Grosso dos meus link e tenho resistido, porque sempre abri espaço para o debate, a divergência de opiniões, o choque dos contrários que pode levar à síntese. 

Hoje, porém, dois comentários surpreenderam o jornalista. O primeiro de Nefertari estranhando que o Chumbo Grosso faça parta dos meus preferidos e o segundo do Altamir baixando o nível com a leitora. Dessa vez, meu caro colega blogueiro você não pode dizer que se trata do Almir Alves. Nefertari é o nome Rosacruz de Judit Martins, que estudou jornalismo, se formou em direito, é funcionária pública federal aposentada pelo TRE de Pernambuco e me deu três filhos maravilhosos que já me deram dois netos.

É uma pessoa íntegra, culta, com mais de 60 anos e que merece respeito por  tudo isso e por ter vencido na vida lutando contra todo tipo de adversidade.

Ela não precisa de bolsa-família ou bolsa esmola pois seu emprego foi conquistado com concurso público e recebe uma bela aposentadoria porque fez por onde merecer. Estamos separados há 18 anos, mas nos respeitamos muito e existe entre nós uma admiração recíproca: Pela honestidade, pela inteligência, pela capacidade de se superar, pelo posicionamento político ao lado das forças populares, pela fé  que temos no ser humano,  apesar de tudo.

Em respeito a Judit, aos nossos filhos e nossos netos, em respeito aos demais leitores que acompanham este blog, o Chumbo Grosso está sendo retirado da nossa relação de favoritos. Até porque discordar de candidato A ou B é uma coisa, achincalhar o Presidente da República e sua candidata é outra completamente diferente. Voto em Dilma, nunca escondi isso dos meus leitores. Mas nunca, aqui, nunca ninguém leu um artigo, uma nota, por pequena que fosse, destratando José Serra, Marco Maciel ou Jarbas Vasconcelos.

Democracia é o governo do povo, feito pelo povo, permitindo aos cidadãos ampla liberdade de expressão. Nunca, porém, liberdade pode ser confundida com o direito de profanar, ofender, agredir, denegrir, esculhambar, usar o vernáculo para exercícios de falsa intelectualidade que nem Freu explica.

Espero contar com a compreensão da maioria dos leitores e leitoras, como tenho contado até hoje. (Na foto a funcionária pública e advogada Nefertari ou Judit Martins, que assina o Blog Rosas do Capibaribe).

O JOGO ESTÁ TERMINANDO

Esta semana fomos submetidos a uma verdadeira overdose de pesquisas. Ontem à noite fomos dormir com os números do IBOPE e quando acordamos, hoje cedo, os sites estampavam novos dados do Instituto Datafolha. Nenhuma novidade. Essas duas empresas, mais o Vox Populi e o Sensus estão mais ou menos alinhadas. Em todas elas a candidata do PT, Dilma Roussef, lidera com uma vantagem que vai de 12 a 17 pontos percentuais. Curioso é que essa diferença maior foi apontada pelo Sensus, justamente o único instituto que apontou empate técnico entre os presidenciáveis, logo no comecinho da campanha do segundo turno. Podemos concluir que a eleição está perdida para os tucanos? Não. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, nesta quinta deu à imprensa do seu estado e nacional uma declaração dizendo exatamente isso: “A eleição não está perdida”. Ainda temos toda esta sexta-feira pela frente, o debate na TV Globo, o sábado e o domingo, quando o povo vai votar. Somente a partir das 18h desse dia 31 teremos uma posição, quem sabe uma definição sobre o nome do novo presidente. O clima nas ruas, o semblante dos dois candidatos e as pesquisas indicam uma coisa, mas falta a confirmação das urnas. Quando elas, as urnas, forem abertas e for revelada a vontade do povo, então que se comemore, sempre se respeitando a dor dos vencidos. Embora alguns não mereçam respeito algum porque não sabem respeitar.

CAMINHADA E DEBATE

 Se não cancelarem novamente, está previsto hoje à tarde uma caminhada pró-Dilma, pelas ruas centrais do Recife, com a presença do presidente Lula. Depois de encerrar a campanha na capital pernambucana, o líder petista pega o voo para Brasília. De lá, acompanha o debate na Globo. Luiz Inácio da Silva está perto de se despedir do cargo, depois de oito anos no Palácio do Planalto. Emotivo como é, já anda chorando quando trata do assunto.

TRABALHO DE COMBATE À CATARATA

A Prefeitura de Garanhuns e a Fundação Altino Ventura estão fazendo um trabalho contra a Catarata.

A Campanha está organizada em três fases. Na primeira, os Agentes Comunitários de Saúde foram treinados para realização de visitas domiciliares na intenção de identificar possíveis casos da doença. Duzentos e trinta e seis agentes realizam as visitas nas comunidades cobertas pelo Programa Saúde da Família. Serão beneficiadas pessoas na faixa etária a cima dos 60 anos de idade.

Na segunda etapa, que será realizada entre 16 a 19 de novembro, os idosos que apresentaram sintomas serão encaminhados ao Centro de Especialidades Médicas Dr. Luiz Lessa, onde uma equipe da Fundação Altino Ventura fará a triagem e o diagnóstico da doença, além da solicitação de exames, custeados pelo Governo Municipal. Todos que tiverem a doença comprovada terão cirurgia marcada. 

A terceira e última fase será a realização das cirurgias no período de 28 de novembro a três de dezembro de 2010, no Hospital Infantil Palmira Sales, em Garanhuns.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

DILMA AUMENTA A VANTAGEM PELO IBOPE

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (28) aponta Dilma Rousseff (PT) com 57% dos votos válidos e José Serra (PSDB) com 43% na disputa em segundo turno pela Presidência da República. A diferença da petista para seu adversário é de 14 pontos.
Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, Dilma pode ter entre 55% e 59%, e Serra, entre 41% e 45%. O critério de votos válidos exclui as intenções de voto em branco e nulo e os indecisos.
Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada no último dia 20, Dilma aparecia com 56% dos votos válidos e Serra com 44%.
O Ibope entrevistou 3.010 eleitores, de 26 a 28 de outubro. A pesquisa foi encomendada ao instituto pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo". Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número de protocolo 37596/2010. (Fonte: http://g1.globo.com).

ESTREIA NOVO FILME DE JULIA ROBERTS

Baseado em um romance homônimo, "Comer, rezar, amar", é o filme que entra em cartaz  no Cine Eldorado, nesta sexta-feira, com a bela atriz Julia Roberts. A estrela do inesquecível "Uma Linda Mulher" completou 43 anos esta semana, mas continua esbanjando charme e talento. Neste novo trabalho, resolve depois de se divorciar fazer uma viagem pelo mundo, em busca do auto-conhecimento. Vale a pena conferir.
O Eldorado estreia ainda o infantil "A Lenda dos Guardiões", com sessões às 15h e 16h50 nas quartas, sábados e domingos. E uma sessão às 16h50 nos demais dias. "Tropa de Elite 2", o ótimo filme nacional com Wagner Moura e direção de José Padilha, permanece em cartaz, em três sessões, a primeira às 16h40.

DEBATE NA GLOBO TERÁ FORMATO DIFERENTE

O debate entre os candidatos José Serra (PSDB) e Dilma Roussef (PT), nesta sexta-feira à noite, na TV Globo, terá um formato diferente dos realizados na Bandeirantes, Rede TV e Record. Desta feita o tucano e a petista não poderão fazer perguntas entre si, sendo as questões formuladas por um grupo de oito indecisos escolhidos pela emissora, nos diferentes estados do país. As perguntas serão sobre temas específicos, como saúde, educação, meio ambiente, políticas sociais, corrução, saneamento, agricultura, previdência, habitação e emprego. Com uma fórmula dessas, ficará difícil a polêmica, o confronto de ideias e até mesmo apontar um vencedor. Teoricamente, um debate "engessado" dessa maneira beneficia quem está à frente das pesquisas.

LULA CANCELA COMÍCIO

O comício de encerramento da campanha de Dilma Rousseff em Pernambuco, que seria realizado hoje (28), no Marco Zero, está cancelado porque o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não vai poder participar. O motivo do cancelamento foi porque Lula antecipou a sua ida a Buenos Aires para hoje, quando participará do funeral do ex-presidente argentino Nestor Kirchner.

O FUTURO DE GARANHUNS EM DEBATE

A Autarquia Municipal de Ensino de Garanhuns, AESGA, promove hoje à noite, em seu auditório, a partir das 19h30, um debate sobre o Desenvolvimento do Município. O passado, o presente e o futuro da terra de Simoa Gomes serão discutidos neste encontro. A realização é dos alunos do 5º período do Curso de Secretariado Bilíngüe da instituição.

Na mesa, como debatedores, o professor Pedro Falcão, diretor da UPE, o empresário Mário Barbosa (Marinho), do Grupo Pérola, a secretária de Turismo e Cultura de Garanhuns, Gabriela Valença, o empresário Ivan Júnior (G. Araújo) e Harley Dayvson, diretor da 5ª Região de Saúde de Pernambuco.

Convidado pelos estudantes, o vereador Sivaldo Albino também já confirmou presença. A Presidente da AESGA, professora Eliane Simões, enviou convite ao titular do Blog para este debate e aproveitamos para agradecer a atenção.

LULA E EDUARDO COMANDAM COMÍCIO NO RECIFE

Sem a presença da candidata Dilma Roussef, o PT encerra nesta quinta-feira a sua campanha política em Recife e no Nordeste. Está confirmada, no entanto, a presença do governador Eduardo Campos, dos senadores eleitos Armando Monteiro e Humberto, do ex-prefeito João Paulo, e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ontem comemorou 65 anos de idade.

Somente os políticos citados acima deverão discursar no comício, marcado para o marco zero da capital pernambucana, a partir das 19h. A coordenação da campanha montou um palco para 150 convidados e a intenção do governador Eduardo Campos é fazer uma das maiores manifestações da história do Recife. “Fui reeleito com 82% dos votos do Estado e agora Pernambuco precisa mostrar que também está com Dilma”, justificou o socialista.

FUNDARPE CAPACITA NA ÁREA DE CULTURA

A Fundarpe vai realizar com 26 municípios do Agreste Meridional uma capacitação para Formação de Gestores e Produtores de Arte e Cultura. A realização está marcada para acontecer nos dias 3 e 4 de novembro, das 8 às 12 e das 14 às 18 horas, no Auditório da AESGA, em Garanhuns.

O Evento, que tem uma carga horária de 16 horas, tem por objetivo divulgar informações como Identidade Regional de Cultura; Economia da Cultura e sua potencialidade, Legislação, Leis de Incentivo à Cultura, Elaboração de Projeto Cultural e Editais do Funcultura - o Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura.

Serão disponibilizadas 30 vagas. As inscrições devem ser realizadas na Secretaria de Cultura do Município, localizada no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, das 9 às 14 horas, até o dia 28 de outubro. Para efetuar a inscrição é necessário estar com os documentos de identidade, CPF e um comprovante de residência. Estão habilitados às vagas, aqueles que trabalham com produção de projetos e elaboração de editais na área cultural. Os participantes receberão Certificado da Formação.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

TROPA DE ELITE 2 BATE RECORDE

Há três semanas em cartaz nos cinemas brasileiros, o filme Tropa de Elite 2 já bateu o recorde de público em produções nacionais nas últimas décadas. Até esta terça-feira o longa tinha sido visto por 6,2 milhões de espectadores, superando Seu Eu Fosse Você 2, visto por 6,1 milhões de pessoas. 

“Tropa de Elite 2” vem batendo recordes desde a sua estreia. No primeiro fim de semana em cartaz, o filme arrebatou cerca de 1,25 milhão de espectadores, o que lhe deixou com mais do dobro de público do segundo lugar em abertura entre filmes nacionais, ocupado por “Chico Xavier”, com 585 mil ingressos vendidos. O  trabalho do diretor José Padilha ganhou ainda do longa “Eclipse”, que era até pouco tempo o filme com melhor abertura em 2010, com 1.185 milhão de espectadores.

UM SOCO NO ESTÔMAGO

Dias atrás, postei no blog um comentário do jornalista Ricardo Kostcho elogiando Tropa de Elite 2, a seu ver "um filme de tirar o fôlego" e melhor do que o primeiro. Hoje numa sessão tranquila, à tarde, no Cine Eldorado, tive oportunidade de conferir a continuação da história do Capitão Nascimento. Concordo com a frase de efeito do jornalista paulista e também que o segundo supera o primeiro da série.

Diria que desde o início "Tropa" é como um soco no estômago. A história chega a incomodar por ser tão realista e expor com tanta eficiência o horror da polícia, a vinculação da PM e do crime com a política, chegando a envolver congressistas e o governador do Rio de Janeiro. Obra de ficção? Sim, mas bem próxima da realidade. Na minha avaliação, até o meio do filme ou um pouco mais dá a impressão que essa continuação não vai superar o original. Engano. Chega um ponto em que o filme cresce até o final e se constitui realmente num belo marco da produção brasileira. Para não estragar o prazer de quem ainda vai assistir não vou adiantar muito. Considero, no entanto, a cena em que o agora coronel Nascimento depõe na CPI e denuncia que metade dos deputados devia estar na cadeia, acusando um determinado parlamentar  de ser responsável por mais de 20 assassinatos como o momento mais forte da história. Dá vontade de aplaudir quando termina. 

Saí do Eldorado impressionado com o realismo e chocado com a bandidagem, mas orgulhoso com o cinema que está se fazendo no meu país. Tinha uma fila enorme de pessoas querendo ver a próxima sessão. Isso não é à toa. Tropa de Elite 2 é capaz de agradar em cheio porque expõe de maneira competente um pouco do que é o Brasil.

CAPOEIRAS E CAETÉS ESQUECIDOS PELA COMPESA

Capoeiras e Caetés, que juntas somam cerca de 47 mil moradores, estão sofrendo horrorores com a falta de água. Isso acontece mesmo com o açude do Gurjão completamente cheio, sangrando. Os deputados Feitosa e Izaías Régis, que foram bem votados nos dois municípios, bem que poderiam fazer alguma coisa. Abaixo um texto que foi publicado hoje no Blog Capoeiras, de responsabilidade de Raimundo Lourenço:

A situação do abastecimento de água feito pela COMPESA nas cidades de Capoeiras e Caetés está caótica. Capoeiras há ruas que não recebem água há10 (dez) dias; já em Caetés a situação ainda é pior, na terra do presidente existem ruas que estão há mais de 30 (trinta) dias sem água nas torneiras. Mesmo com a barragem Gurjão vertendo, a população das duas cidades não têm água nas torneiras.

 O sistema de abastecimento da  COMPESA em Capoeiras, responsável pelo tratamento da água para as duas cidades está ultrapassado: encanações antigas; bombas de água sucateadas; falta de estrutura para tratar água suficiente para  abastecer das duas cidades; e para completar, há faltas constantes de energia elétrica nas estações elevatórias: Gurjão I e II.

A ONG Brigada Ambiental e as Câmaras de vereadores de Capoeiras e Caetés estão se unindo para reivindicar do governador Eduardo Campos, empenho para solucionar este problema. Ontem à noite a ONG, esteve na sessão da Câmara de vereadores de Caetés, onde apresentou um filme mostrando a situação preocupante em que se encontra o manancial Gurjão; à tarde, o mesmo, foi apresentado aos edis Capoeirenses. Ficou acertado que uma comissão formada por vereadores de Capoeiras e Caetés, e mais a ONG, tentarão agendar um encontro com o Governador, e assim, sensibiliza-lo para que seja resolvido este problema. (Na foto acima, à esquerda, Caetés, onde a situação da falta de água é mais séria).

SENSUS DESANIMA O PSDB

A nova pesquisa da CNT/Sensus, divulgada esta manhã, foi uma ducha de água fria para a campanha de Serra e deixou desanimadas as lideranças do PSDB. Justamente o Instituto que mostrou o melhor momento do tucano na campanha, com a petista apenas quatro pontos na frente, o Sensus apresentou números nesta quarta-feira animados para a turma do Lula. Eis o resultado: Dilma - 51,9%; Serra - 36,7%. Considerados apenas os votos válidos (descontados os nulos e brancos) a situação é ainda pior. Neste caso a petista vai a 58,6%, contra 41,4% do adversário.


ANIVERSÁRIO

O presidente Lula está completando 65 anos de idade. Os petistas estão aproveitando a data para fazer o maior "auê" político. O Partido dos Trabalhadores está orientando os diretórios municipais e regionais a promoverem carreatas, passeastas e panfletagem. Querem fazer muito barulho para transformar o aniversário num grande ato político que benefecie Dilma Roussef. Entrando na terceira idade, com 83% de aprovação ao seu governo, o ex-operário, natural de Caetés, à época distrito de Garanhuns, quer ter o gosto de eleger sua sucessora antes de dar adeus ao Palácio do Planalto.(Na foto o presidente Lula e a primeira dama, dona Mariza Letícia, que anda tão esquecidinha).

O DILEMA DE JOSÉ SERRA

Faltando apenas quatro dias para o segundo turno da eleição presidencial, o candidato José Serra luta contra o relógio para provocar um fato novo e uma virada que garanta a sua vitória no próximo domingo. A semana, contudo, não foi das melhores para o tucano. No debate da Rede Record, a sua adversária estava preparada contra sua aparente serenidade e criou pelos menos três situações embaraçosas para ele: quando falou de Paulo Preto, quando citou a ação do DEM contra o Prouni e também ao cobrar explicações sobre os poucos empregos criados na era FHC. O ex-governador também deu suas estocadas, teve seus bons momentos, mas na melhor das hipóteses o jogo terminou empatado, como comprovam agora as pesquisas.

Na reta final da campanha, as denúncias da Veja e outros veículos da imprensa aliada dos tucanos, não tiveram a repercussão desejada. Talvez porque sejam assuntos requentados ou manjados demais. A Folha de São Paulo, mesmo jornal que publicou reportagem sobre o aborto de Mônica Serra, em 1992, descobriu ontem, e trouxe o assunto em manchete de capa, um grande arrumadinho nas obras de ampliação do metrô de São Paulo. A licitação, de cartas marcadas (tanto que o jornal já sabia o resultado seis meses antes), foi feita quando Serra ainda era governador. Notícia ruim para o PSDB a essa altura da campanha e que foi parar na propaganda eleitoral da TV e rádio da Dilma Roussef.

As duas últimas pesquisas divulgadas batem uma com a outra. No Vox Populi, a petista tem 57 contra 43% do adversário, quando considerados os votos válidos. Diferença de 14 pontos. O Datafolha novinho desta terça-feira é muito parecido: 56 a 44%. Diferença de 12 pontos a favor da candidata do Governo.

O pior é que Dilma manteve seus bons resultados no Nordeste, cresceu e passou ele no Sudeste e mesmo no Sul, única região em que está atrás, diminuiu a diferença.

Agora é partir pra o tudo ou nada no debate da Globo, a última chance de Serra. Ele já não consegue esconder o desgaste, o cansaço e a impaciência. Vai ter de maquiar tudo isso e se mostrar de alto astral na sexta-feira, na emissora líder de audiência. Deputado, senador, ministro, prefeito e governador de São Paulo, José Serra não se conforma por não conseguir dobrar uma mulher. Que nunca foi candidata a nada, às vezes se atrapalha quando fala e teima em liderar as pesquisas. Pode ser só porque tem um padrinho forte demais.

PREFEITURA MELHORA A CIDADE

No bairro Jardim Petrópolis, nas ruas próximas ao Columinho, era um verdadeiro horror. Tanto no verão quanto no inverno, pedras, buracos, barro, poeira, tornavam um verdadeiro inferno a vida de quem mora ou trafegava por aquela área. Boa parte das ruas já estão asfaltadas, numa mudança radical da situação. E o trabalho continua. Segundo a assessoria da prefeitura, vai chegar até Parque Fênix, beneficiando mais 20 ruas daquela comunidade.

Na avenida Canhotinho, no bairro Dom Tiago Póstma, os trabalhos foram retomados com serviços de terraplanagem e base, para posterior implantação do pavimento. Já no bairro Novo Heliópolis, que abrange as Vilas do Quartel e Lacerdópolis, os serviços de recapeamento asfáltico já contemplaram as ruas Bom Conselho, Caetés e Vital Brasil, além da avenida Carlos Ribeiro Chagas e contorno da praça da Vila Lacerdópolis.

Por fim, na Escola Municipal Jaime Luna, que atende as crianças do Conjunto Residencial José Ferreira Sobrinho e do bairro Dom Hélder Câmara, vem passando por obras de reforma e ampliação na sua estrutura, que passará a contar com 15 novas salas-de-aula, biblioteca e um amplo espaço administrativo.

O prefeito Luiz Carlos anunciou que as obras não iriam parar depois da eleição, como alguns suspeitaram, e a promessa está sendo cumprida. (Na foto a escola Jaime Luna, que está sendo reformada e ampliada).

CÂMARA ARQUIVA CASO DA PONTE

A Câmara Municipal vota amanhã, quinta-feira, o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito, que tinha como objeto apurar as irregularidades nos serviços de recuperação e ampliação da Ponte do Sítio Baraúna.

No relatório elaborado pelo Vereador José Ary Souto Leal Júnior é solicitado o arquivamento da denúncia por não ter havido irregularidades intencionais, porém apenas erros formais.

A Comissão Parlamentar de Inquérito foi composta pelos Vereadores Dimas José de Carvalho – Presidente, José Ary Souto Leal Júnior – Relator e Sivaldo Rodrigues Albino – membro.

O Vereador Sivaldo Albino que foi o autor da denúncia no Tribunal de Contas e no Ministério Público Estadual, é membro da comissão relata que não concorda com o pedido de arquivamento da denúncia, uma vez que há indícios claros de que houve desvio de recursos públicos, e que os envolvidos deveriam ser punidos, como também que a comissão parlamentar de inquérito deveria solicitar a pericia do áudio em que há conversas do sócio da empresa com secretários municipais.

Sivaldo é totalmente contra o relatório que foi feito pelo relator Vereador Ary, pois ele entende que havia provas suficientes para que alguns dos envolvidos pudessem ter sido indiciados nesse relatório, além do mais diante da gravidade e das provas documentais que foram entregues na Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI e que foram ao ar nas TVs Asa Branca e TV Jornal eram suficientes para isso, e se assim não fossem a Comissão ainda poderia está trabalhando em busca de colher novos depoimentos como também acareações.

Agora essa decisão estará nas mãos dos onze parlamentares que irão decidir se votam de acordo com o relatório ou não. A votação acontecerá na próxima quinta feira dia 28 às 16hs.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

ROMÁRIO PARA TERESINA AO FAZER CAMPANHA

Romário, ex-jogador de futebol e deputado federal eleito pelo PSB do Rio de Janeiro, parou o Shopping dos Camelôs, nesta terça-feira, ao pedir votos para a candidata à presidência Dilma Rousseff (PT) em Teresina (PI). Ao desembarcar na cidade, Romário criticou os ataques a Dilma e afirmou que vota na petista por representar a continuidade do governo Lula. "Eu voto em Dilma por entender, na minha concepção, que o governo Lula é competente e que mudou a história do Brasil. Essa continuidade com Dilma é importante para todos os segmentos", afirmou Romário.

Acompanhado de Marcelinho Carioca, também do PSB, mas derrotado nas urnas, Romário fez caminhada pelo centro da cidade ao lado do candidato a reeleição ao governo piauiense Wilson Martins (PSB). O craque foi bastante assediado pelos teresinenses. Muitos tiraram fotos e pediram autógrafos. (Fonte: Portal Terra).

PT DE GARANHUNS PROMOVE ATO PRÓ-DILMA

Recebemos do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em Garanhuns a seguinte mensagem:

Companheiros (as),

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Garanhuns, estará promovendo um grande Ato Público em pró da candidatura de DILMA Presidente, no próximo sábado, dia 30, a partir dás 09 horas e 30 minutos. Com concentração em frente ao Centro Cultural, de onde sairemos em caminhada até o Colunata, no centro da cidade.

Venha fazer parte desse movimento e dar sua contribuição para a campanha vitoriosa da companheira Dilma e do presidente Lula. Traga seus familiares, amigos e simpatizantes para juntos dizermos em alto e bom som: Queremos Dilma 13, para o Brasil seguir mudando.

A DIRETORIA

OBS: A foto nos foi enviada pela direção do PDT de Garanhuns, que também está engajado na campanha de Dilma.

AMIGO DE FÉ

Quem me mandou a foto eu não revelo nem sob pressão. Mas a imagem mostra que tem gente apostando no nome do professor Pedro Falcão como candidato à prefeitura de Garanhuns. Ele aparece ao lado do governador Eduardo Campos, confirmando aquilo que a gente já escreveu: o diretor da Unidade Acadêmica da UPE na cidade caiu nas graças do socialista. O prefeito Luiz Carlos, com o aval do neto de Arraes, tem no professor uma das suas opções para 2012.

PREFEITURA RETIRA ENTULHOS DA ESCOLA

Foto de Lulinha Almeida
Caro Roberto Almeida,

A Secretaria de Serviços Públicos realizou na tarde de hoje (ontem) a remoção dos entulhos defronte a Escola Simoa Gomes, conforme foto em anexo, todavia é importante esclarecer que a retirada de entulhos é de responsabilidade do construtor e que a Prefeitura vem autuando os que não cumprem a Legislação aprovada na Câmara de Vereadores e sancionada pelo Prefeito.

É comum e errado as pessoas depositarem os entulhos em terrenos públicos ou baldios, como praças. Nestes casos, a Prefeitura solicita que os moradores prejudicados denunciem os vizinhos que depositam entulhos nas ruas através dos telefones 3762-7075 ou 3762-7076. Já fizemos campanhas educativas com carro-de-som, panfletos e anúncios em Jornal, Rádio e TV. Também colocamos placas informativas nas áreas onde sempre é depositado entulhos, mas não adiantou. Daí a ocorrência de casos como o da Simoa Gomes. O que parece descaso da Prefeitura, na realidade é falta de educação, de cidadania de alguns construtores, que tem dinheiro para construir ou reformar, mas que ousam e insistem em depositar entulhos nas ruas de Garanhuns.

Um abraço,

Carlos Eugênio, Secretário de Comunicação do Município

NOTA DO BLOG: A postagem sobre os entulhos na frente e atrás do Colégio Simoa Gomes, na Cohab II, rendeu comentários, notas nas rádios da cidade e a presença da TV Asa Branca no Colégio. Ainda ontem à noite, Luís Fernando Martins de Almeida, meu filho, que mora na Rua Arlindo Vieira, enviou comentário informando à limpeza da área e agradecendo a atititude do secretário Carlos Eugênio e da Ouvidora Rosa Quidute. Neste episódio todo, estranhamos o posicionamento da diretora da escola, que em comentário enviado ao blog procura jogar a culpa da situação na Prefeitura. Em seu comunicado o Secretário de Comunicação deixa muito claro quem deveria ter feito a retirada das tralhas jogadas na porta dos moradores. A reforma do educandário é bem vinda e útil à comunidade, mas precisa ser feita sem agressão ao meio ambiente e sem prejudicar as pessoas que moram nas proximidades.

DILMA LEVA A MELHOR SOBRE SERRA

 Dilma e Serra na TV Record

No debate da Bandeirantes, Dilma foi melhor. Na Rede TV, Serra fez picadinho da adversária. Nesta segunda-feira à noite, na Record, a petista voltou a surpreender e se mostrou muito mais tranquila diante das câmeras, aprendendo a sorrir, se atrapalhando menos na hora de falar e usando a ironia, sem agressividade, para atingir seu opositor. Houve equilíbrio a maior parte do tempo, o tucano teve bons momentos e a candidata governista também. No geral, no entanto, creio que ela levou a melhor. Antes de entrar na análise do confronto de ideias, vamos lembrar de imagem de cada um na telinha: O Serra seguro e de ar simpático do debate anterior deu lugar a um personagem tenso, com cara de preocupado e jeito sorumbático. Até o terno, normalmente bem escolhido, desta feita parecia amarrotado. A expressão era dura, dava a impressão de ter olheiras e de não ter feito a barba direito, o que se via era  alguém cansado e impaciente. Devia estar mesmo pois desta vez na maior parte do tempo ele ficou na defensiva, quando acusou foi sem mostrar muita convicção e conseguiu a proeza de gaguejar mais ou tanto quanto a Dilma. Esta desta vez não estava vestida com um daqueles "balões" horrorosos que lhe arranjam, estava moderninha, bem produzida e sorridente. Passou tranquilidade e astral pra cima. Gaguejou bem menos e foi muito mais objetiva ao alfinetar o representante do PSDB: trocou a palavra tergivesar, pouco conhecida, por enrolar, que todo mundo sabe o que é. No conteúdo o debate chegou a irritar: acredito que a maioria das pessoas já está de "saco cheio" de ouvir falar em Erenice, Paulo Preto, Petrobrás e Pré-Sal. É uma discussão que não termina e no final das contas a gente fica sem saber quem é mais ou menos corruto, quem tem ou não culpa no cartório.

Abaixo, a reprodução de um pequeno trecho do embate na Rede Record:

Serra trouxe para o debate as acusações de tráfico de influência na Casa Civil durante o período em que Erenice, ex-assessora de Dilma, esteve à frente da pasta. Para o tucano, a adversária levanta acusações contra ele para que os eleitores tenham a impressão de que os candidatos são iguais. “Foi ela que teve como braço direito uma mulher que montou um esquema amplo de corrupção”, disse.

Dilma respondeu lembrando que Erenice deu depoimento à Polícia Federal poucas horas atrás. “E que dizer do Paulo Preto que não depõe?”, questionou ela, citando o ex-diretor da empresa de estradas paulistas, a Dersa. “O candidato Serra quando está pressionado, usa essa história de trololó. [Paulo Preto] é braço direito, esquerdo e se duvidar é a cabeça também”, disse a líder nas pesquisas.

“Logo que ele chegou na Dersa, mudou os termos de um contrato. A parte sul do Rodoanel de São Paulo teve três vigas que caíram e um dos motivos levantados é material de baixa qualidade”, afirmou ela.

Foi mais ou menos essa linha durantes os três blocos e nas considerações finais, pela primeira vez Dilma Roussef conseguiu se sair bem. Foi tão consistente que arrancou aplausos da plateia o que ainda não tinha acontecido em suas participações na TV. Serra, embora tenha se despedido do público com a competência de sempre, mesmo neste momento não foi a figura serena das outras vezes. O bom observador deve ter notado que algo estava errado. O tucano não estava no seu melhor dia.

Logicamente as opiniões vão ser diferentes. Quem é eleitor convicto de Serra só viu as qualidades do tucano e não percebeu que Dilma Roussef enfim parece ter encontrado o tom: nem tão agressiva quanto na Band, nem tão atrapalhada quanto na Rede TV. Os seus eleitores, ao contrário devem ter vibrado tanto com sua performance quanto a o jeito turrão do oposicionista.

Uma evidência de que a petista marcou pontos, ontem à noite, foi a avaliação do senador Sérgio Guerra. O presidente do PSDB disse que o seu candidato foi melhor mas se traiu numa única frase: "A Dilma se superou". Ao reconhecer que ela tinha ido bem, melhor do que das outras vezes, o deputado eleito por Pernambuco acusou o golpe. Na verdade ninguém, mesmo do PT,  esperava ver Serra mais nervoso na televisão e a outra falando com a desenvoltura de quem está em casa.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

VOX POPULI: DILMA - 49%; SERRA -38%

Pesquisa Vox Populi/iG publicada nesta segunda-feira mostra que, a menos de uma semana das eleições, a candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, mantém a dianteira sobre o tucano José Serra na corrida presidencial. A ex-ministra da Casa Civil oscilou dois pontos para baixo em relação ao levantamento realizado pelo instituto entre os dias 15 e 17 de outubro e agora conta com 49% das intenções de voto. Com isso, ela tem uma vantagem de 11 pontos sobre Serra, que perdeu um ponto e aparece com 38%.

O número de eleitores que pretendem votar nulo ou em branco ainda é de 6% - mesmo índice contabilizado na última pesquisa. O Vox Populi apontou, no entanto, aumento do número de eleitores indecisos ou que não responderam ao questionário: de 4% para 7%.

Considerando-se apenas os votos válidos, Dilma seria eleita com 57% contra 43% de Serra. De acordo com esse critério, a distância entre os dois candidatos é de 14 pontos, igual à apontada pelo último levantamento. Ainda assim, 88% dos eleitores ainda afirma, porém, que já tem certeza da decisão tomada.

O Vox Populi ouviu 3.000 pessoas em 214 municípios, entre os dias 23 e 24 deste mês e, portanto, já refletem a repercussão de episódios que marcaram o debate presidencial na semana passada, como o tumulto em um compromisso de Serra no Rio de Janeiro. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob número 37059/10 em 20 de outubro. (Fonte Portal  Ig).

LUIZ CARLOS PEDE VOTOS PARA O PT

Circulou por Garanhuns, nesta segunda-feira (25), um caminhão de som com gravação da voz do prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira (PDT), pedindo votos para a candidata do PT, Dilma Rousseff.

No áudio, o chefe do executivo municipal fala da importância da eleição da petista, fazendo questão de ressaltar a relevância do projeto político da ex-ministra não só para o Brasil como um todo, mas principalmente para o estado de Pernambuco. (Da Agenda Garanhuns, de Wagner Marques).

NOTA: Consideramos importante, na reta final da campanha, esse posicionamento do prefeito de Garanhuns. Não temos dúvidas de que Luiz Carlos, que foi importante na renovação do mandato de Izaías Régis, trará ainda mais eleitores do município para o lado de Dilma Roussef. (R.A.).

OS NOVOS MESTRES DA AESGA

A Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA) é só festa. Orgulhosa com a atuação dos docentes da Instituição, alunos, professores e funcionários comemoram a conclusão e aprovação dos professores Luiz Carlos Fernandes Suruagy e Maria Izaura Barboza de Matos Costa no mestrado em Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 

A defesa dos trabalhos “Formação Empreendedora no Ensino Superior: Um Estudo da Faculdade de Ciências da Administração de Garanhuns, no período de 2006 a 2010”, de autoria de Izaura Barbosa e “Efetividade do Sistema de Governança no Serviço Público: Um Estudo de caso sobre a Gestão do Atendimento, nos últimos cinco anos, na Agência da Previdência Social de Garanhuns”, de Luiz Carlos Suruagy, aconteceu no último dia 19 de outubro, no Campus da UFPE. 

Os novos mestres da AESGA fizeram parte da 7ª turma do curso de mestrado em Gestão Pública da UFPE, Curso que tem por objetivo capacitar gestores públicos para o desenvolvimento regional e local, bem como difundir o espírito empreendedor na administração pública nordestina.

DILMA FAZ CARREATA EM CARUARU AMANHÃ

O coordenador da campanha da presidenciável Dilma Rousseff (PT) em Pernambuco, João Paulo (PT), confirmou que a ex-ministra fará a carreata amanhã, em Caruaru. No entanto, a programação teve que ser alterada. Inicialmente, Dilma chegaria à Capital do Agreste às 15h30, mas o horário passou para as 16h. A petista vai embora às 18h, com destino a Salvador, na Bahia.

O governador reeleito Eduardo Campos (PSB) está em São Paulo para participar de uma série de atividades.O socialista aceitou o convite da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousssef, para acompanhá-la no debate que será realizado nesta segunda,  a partir das 23h, na Rede Record de Televisão.