sábado, 22 de novembro de 2014

CAROL CASTRO - MAIS BELEZA AOS 30 ANOS

Carol Castro completou 30 anos este ano, mas mantém a forma. Bonita, elegante, charmosa, empresta seu talento ao teatro, ao cinema e à televisão. Na tela grande fez o principal personagem do filme “Caminho nas Nuvens”, nos palcos representou Dona Flor, o famoso personagem de Jorge Amado. Na TV fez mais de uma dezena de novelas, a última delas “Amor à Vida”, em 2013.

Há pouco tempo a atriz fez pose com um look bem sexy para divulgar uma marca de sapatos. O ensaio ficou tão bom que ela mesmo postou umas fotos no seu Instagran.

Versátil, a artista também se deixou fotografar na praia, exibindo o corpo modelado por Deus, além de uma tatuagem – trabalho de homem - muito original. Salve Carol Castro e seus 30 anos bem vividos!


CACETADA

Quem vive chamando Dilma de “anta”, acha que ela é burra e incompetente não sabe nada de política. A petista não tem nada de boba, até porque seria impossível uma estúpida vencer duas vezes uma eleição de presidente do Brasil tendo pela frente adversários fortes como José Serra e Aécio Neves (PSDB).
Na escolha de Armando Monteiro (PTB) para Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Dilma deu uma jogada de mestre. Agradou aos empresários, às classes produtoras, no plano nacional e no âmbito estadual deu uma “cacetada” em Paulo Câmara e na família Campos que fizeram o “diabo” contra ela na campanha política em Pernambuco.
A partir de janeiro Armando – que tem mais quatro anos de mandato no Senado – como ministro dificilmente precisará do governador de Pernambuco. Mas é provável que Paulo Câmara (PSB) venha a precisar do petebista.
Quem lucrou na história também foi Caruaru. O empresário Douglas Cintra possivelmente vai passar os próximos quatro anos como senador por seu Estado.

MINISTÉRIO FORTE

O jornalista Inaldo Sampaio acredita que a indicação do senador  Armando Monteiro para o Ministério do Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio Exterior, foi uma escolha pessoal da presidenta Dilma Rousseff (PT), uma vez que o PTB nacional apoiou a candidatura de Aécio Neves (PSDB).
“Trata-se de uma pessoa certa para o lugar certo porque o senador pernambucano tem uma estreita relação com esse meio, haja vista ter presidido a CNI em duas ocasiões, servindo de ponte entre a entidade e o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, escreveu Inaldo.
O Ministério a ser ocupado por Armando é dos mais fortes do Governo Federal. Tanto que Fernando Pimentel (PT) ocupou essa pasta e quando saiu para disputar a eleição em Minas Gerais venceu a eleição logo no primeiro turno, derrotando Aécio Neves (PSDB) nos dois turnos.
Quando terminou o primeiro turno da eleição presidencial, numa conversa com o prefeito Izaías Régis (PTB), o blogueiro disse a ele que Armando seria um ótimo nome para o Ministério de Dilma. Não tenho bola de cristal, mas tenho intuição e dessa vez ela foi acertada.

Conversei ontem à noite com o prefeito sobre a nossa bate papo anterior e felizmente ele lembrava bem da minha defesa do nome de Armando.

PROFESSOR DIRCEU MOREIRA ELOGIA LIVRO DOS ESTUDANTES DO COLÉGIO SANTA JOANA D´ARC

O Colégio Santa Joana D´Arc, à frente a professora Maria Almeida, mostrou mais uma vez força esta semana. Nesta sexta-feira, dia 21, o Centro Cultural ficou completamente lotado para apresentação do livro escrito pelos alunos do educandário e palestra do professor e escritor Dirceu Moreira. O palestrante, apesar do currículo rico, com muitos títulos, foi de uma simplicidade que cativou.

Dirceu destacou a importância do lançamento do livro, que a seu ver é um incentivo à leitura e à inteligência. O renomado educador revelou ter lido muitos dos textos feitos pelos estudantes do Santa Joana e confessou ter ficado admirado com a qualidade das crônicas e artigos, escritas por alunos bastantes jovens. “Alguns textos são geniais”, elogiou, defendendo que a iniciativa poderia ser copiada por outras escolas, públicas ou privadas.


Ponto para o Colégio Santa Joana D´Arc que neste domingo conclui o 14º Momento Cultural, com apresentações artísticas na quadra do Sesc.

O JOGO DE XADREZ DA PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF NA ESCOLHA DOS NOVOS MINISTROS DO GOVERNO


Da jornalista Tereza Cruvinel:

O anúncio não sai hoje e não por é uma “pinimba” da presidente Dilma porque os nomes vazaram. O que ela quer, segundo fontes do PT,  é anunciar  também na semana que vem, juntamente com os titulares da Fazenda, Planejamento e Banco Central, os nomes dos presidentes do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. O pacote completo deve reforçar as percepções positivas do mercado, deixando porém claro que os bancos públicos continuarão tendo um papel importante. Não se fala em substituição de Luciano Coutinho no BNDES.

Mesmo sem anúncio hoje, as escolhas de Dilma para a equipe econômica já fizeram sentido. Ela surpreendeu mercado, aliados e adversários com a escalação de Joaquim Levy,  Nelson Barbosa e Alexandre Tombini, ganhando o primeiro round, o das expectativas.    A reação das bolsas e do câmbio falam por si.  Já haviam sido positivas em relação aos nomes de Trabuco e Meirelles e à hipótese de Tombini na Fazenda, registrada por este blog, mas foram ainda mais positivas diante do trio, ainda que não esteja claro se Levy vai mesmo para a Fazenda e Barbosa para o Planejamento, ou vice-versa.  Seja como for as escolhas sugerem mudanças importantes, no segundo mandato, na orientação da política econômica e na conduta da própria presidente.
1. Fortalecimento do tripé inflação controlada, câmbio livre e rigor fiscal, com superávit robusto.   Mas de forma gradualista (como vem fazendo Tombini no BC, na gestão monetária), sem choques que comprometam a retomada do crescimento ou a continuidade das políticas sociais.  Fonte do mercado diz que, ao contrário do que dizem alguns críticos da esquerda, na medida em que afastar as desconfianças econômicas dos tempos recentes, mais espaço terá para avançar no social.
2. Maior autonomia para a equipe econômica, com a presidente interferindo menos nas decisões, coisa que era facilitada por sua proximidade com Guido Mantega e o temperamento mais solícito do atual ministro.  Estas teriam sido premissas acertadas nos convites a Barbosa e Levy, que têm restrições aos malabarismos fiscais e à liberalidade no gasto público, não chegando porém ao rigor de um Armínio Fraga.
3. Maior sintonia com o ex-presidente Lula, que será mais ouvido em questões econômicas. Dilma não o atendeu escolhendo Meirelles, de quem não gosta muito, e Trabuco, também defendido por Lula, recusou o convite. Mas ele aconselhou perfis como os de Levy e Barbosa, com quem Dilma até chegou a ter desentendimentos pontuais no passado. Superou-os, em nome da necessidade.
Lula ganhará outro round com a saída praticamente certa de Arno Augustin da Secretaria do Tesouro. Há pouco tempo o ex-presidente passou-lhe um pito público. E, mais crucial, foi por conta de atritos com ele que Barbosa deixou a secretaria-executiva da Fazenda. Já se fala em Altamiro Lopes, diretor administrativo do Banco Central, para seu lugar.
A escolha do senador Armando Monteiro para o MDIC foi mais política do que técnica, embora ele seja um homem da indústria, tendo presidido a CNI. Mas ele é também um líder do PTB, partido que trocou Dilma por Aécio na campanha, embora nem todos tenham apoiado o tucano.  Dilma agora deve uma compensação ao governador eleito de Minas, Fernando Pimentel, que defendia a escolha de Josué Alencar para o cargo.
Se confirmada a escolha da senadora Katia Abreu para a pasta da Agricultura, terá sido também mais por conta das boas relações pessoais entre Dilma e a presidente da CNA.  No agronegócio, as posições da senadora não são consensuais mas, de todo modo, o setor estará representado.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

MINISTROS DA ÁREA ECONÔMICA ESTÃO ESCOLHIDOS


O Governo Dilma Rousseff já tem praticamente definido o ministério da área econômica. Joaquim Levy, ex-secretário do Tesouro, deve ficar na Fazenda, Nelson Barbosa irá para o Planejamento e Alexandre Tombini permanecerá na presidência do Banco Central. Além desses, o pernambucano Armando Monteiro está confirmado na área de Desenvolvimento, Indústria e Comércio e a senadora Kátia Abreu, de Tocantins, ocupará a pasta da Agricultura.
Tudo indica que o Nordeste será bem representado no segundo Governo Dilma. O baiano Jaques Wagner e o cearense Ciro Gomes não farão companhia a Armando no primeiro escalão do Governo se não quiserem.
Pelo que está se vendo até agora Dilma está montando a sua equipe sem tanta interferência de Lula como após a vitória em 2010. O loteamento de cargos com os partidos aliados também deve ser menor.
Com os problemas que teve no primeiro mandato, o ideal é que a presidente tenha no ministério pessoas competentes e sérias, evitando as enrascadas dos últimos anos. (Na foto do Portal UOL os futuros ministros Joaquim Levy e Nélson Barbosa).

ARMANDO CONFIRMADO NO MINISTÉRIO DE DILMA

O senador Armando Monteiro (PTB ), que disputou o Governo de Pernambuco em 2014, liderou as pesquisas de intenção de voto até setembro, mas foi superado no fim pelo socialista Paulo Câmara (PSB), será o Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio no segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff. O petebista esteve com a líder petista, hoje pela manhã, quando ficou acertado seu ingresso no primeiro escalão do Governo Federal.

A notícia já foi confirmada pelo jornalista paulista Kennedy Alencar, que edita um blog com o seu nome e escreve para a Folha de São Paulo. Armando vai assumir um ministério importante com apoio do empresariado, a partir de CNI (Confederação Nacional da Indústria), órgão do qual ele foi presidente.

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), amigo e correligionário de Armando, está feliz com a indicação e não tem dúvida de que a escolha fortalece Pernambuco e Garanhuns.

A ÚLTIMA VIAGEM DO JORNALISTA GILDSON OLIVEIRA E DE OUTROS COMPANHEIROS DO BATENTE

Longe da capital, vez por outra sou abalado por uma notícia triste vinda das bandas de lá. “Foi embora mais um companheiro de batente”. Com quase todos eles cruzei em algum momento, nas passagens pelo Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio, Folha de Pernambuco, Rádio Clube, Assembleia Legislativa, Governo do Estado ou TV Manchete.

Do meu tempo da capital já fizeram sua viagem definitiva os companheiros Gilberto Carvalho, Edilson Torres, Natan Lucas, Alécio Nicolak, Paulo Marques, o garanhuense Marcílio Luna (funcionário do Jornal do Commercio até se aposentar) e Lula Farias, este último Secretário de Imprensa de Pernambuco no Governo Carlos Wilson.

Esta semana, com atraso, chega a informação da morte de Nivaldo, que trabalhou muitos anos como diagramador no velho Diario (o jornal, mais antigo da América Latina, conserva a grafia de antes, sem o acento) e de Gildson Oliveira (foto), editor regional do DP durante décadas.

O ano passado ele me mandou um artigo sobre Ivo Amaral para publicar no Correio Sete Colinas e conversamos por mais de uma vez por telefone. Agora, ele está no céu, junto com os demais, e espero que lá tenha uma redação, para a gente continuar respirando lead, furo e notícia.

Transcrevo abaixo o texto do jornalista Magno Martins em homenagem a Gildson Oliveira. Confesso que foi difícil conter a emoção.

ESCLARECIMENTO - Para quem não é acostumado ao jargão jornalístico ou das redações esclarecemos o significado de algumas palavras usadas no texto. Profissional do batente é aquele que efetivamente exerce sua profissão, que vive nas ruas ou na redação atrás da notícia. Furo é a notícia importante dada em primeira mão. Lead é o primeiro parágrafo do texto jornalístico, trazendo as informações mais importantes.

Lá se foi meu mestre!

Na semana passada, em meio à expedição aos santuários eleitorais do Bolsa Família no Nordeste, soube, lamentavelmente, da morte do jornalista Gildson Oliveira. Extremamente ocupado, fiquei devendo esta homenagem ao meu primeiro chefe, no início dos anos 80.

Matuto, vindo de Afogados da Ingazeira, cheguei até Gildson pelas mãos de Meuse Nogueira, que atuava em Economia e que conheci casualmente. A Meuse, perguntei o que era preciso para ser correspondente do Diário de Pernambuco em minha terra natal e ele me sugeriu procurar Gildson.

Na época, já premiado nacionalmente pelas grandes reportagens sobre temáticas nordestinas, como a seca, Gildson editava a página Regional do DP, espaço destinado ao noticiário do Interior. Potiguar de Natal, o velho companheiro aceitou de imediato as minhas colaborações sem vínculo empregatício.

Foi muito sincero. “Aqui, você não vai ganhar nada, mas o DP será a tua universidade”, advertiu. E foi mesmo! Conheci de imediato o companheiro Machado Freire, correspondente do jornal no Sertão. Diferentemente de mim, que estava chegando como colaborador, Freire era funcionário e cobria o Sertão entre Salgueiro e Petrolina.

Fiquei concentrado, inicialmente, em Afogados da Ingazeira, trabalho depois ampliando para o Pajeú, região com 17 municípios. “Nos primeiros textos enviados para Gildson, quase desisto. Ele era extremamente criterioso, profissional de texto impecável.

Mas teve paciência de Jó comigo. Lembro perfeitamente de uma das suas lições para o lead, abertura da matéria. “Imagine você desfiando um boi: tira-se primeiro o couro para se chegar as partes mais saborosas. Depois, vá desfiando parte a parte, cuidadosamente, pacientemente. Assim, se faz um texto”.

Gildson me ensinou tudo, inclusive o que não aprenderia na faculdade. Foi, também, através dele, que tive a oportunidade de fazer a primeira grande jornada pela região da seca, um grande aprendizado. Nunca mais esqueci o grande aprendizado da longa viagem.

Vi, mais tarde, meu mestre ganhar o Esso com a série de reportagens sobre Luiz Gonzaga, que acabou na produção de um belíssimo livro. Além de professor, Gildson foi conselheiro.

Quando estava em dúvida entre aceitar convite do jornal O Globo para correspondente em Fortaleza e aventurar no mercado de Brasília, já formado pela Unicap, com o canudo nas mãos, ele não pensou duas vezes: “Vá embora para Brasília”, aconselhou.

Gildson Oliveira era um jornalista completo: via notícia onde poucos enxergavam. Perfeccionista, escrevia romanceado, texto saboroso. Era um poeta, culto e arejado. Encarava a profissão como um verdadeiro sacerdócio. Sua grande obsessão era sair na frente, furar a concorrência. Dizia que a notícia estava nas ruas e não nas redações refrigeradas.

Por isso, foi um andarilho premiadíssimo, um jornalista que exercia o ofício como se tivesse um fio, ligando as pessoas ao mundo. O jornalismo de Gildson, do qual tirei meu alicerce, esclarecia, não escurecia. Seu trabalho era iluminar as tocas onde se escondem os hipócritas e os mentirosos. Fará muita falta! (Magno Martins).

ESTUDANTES DO COLÉGIO SANTA JOANA D´ARC LANÇAM LIVRO NO CENTRO CULTURAL

O Colégio Santa Joana D´Arc vive a semana do seu 14º Momento Cultural. Ontem à noite tivemos o lançamento do livro escrito e produzido pelos alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental I. Hoje, no Centro Cultural, às 19h30, será lançado o livro dos alunos do Ensino Fundamental II. Em seguida haverá palestra com o professor e escritor Dirceu Moreira.

No domingo, dia 23, acontecem as apresentações artísticas dos estudantes do Santa Joana D´Arc. Será na quadra do Sesc, a partir das 15h.

KITTY FAZ FESTA E HOMENAGEIA IZAÍAS

A colunista Kitty Lopes realiza no próximo dia 29, na AGA, uma grande festa de final de ano, quando serão apontados os destaques de Garanhuns e Região em 2014. Uma homenagem especial será feita ao prefeito Izaías Régis (PTB), como reconhecimento ao trabalho que vem sendo feito pelo gestor em diversas áreas do município.

Kitty considera Izaías o melhor prefeito do Agreste na atualidade e por isso caprichou na confecção do troféu que será entregue ao petebista durante o evento.


Apesar do reconhecimento público, o prefeito pretende fazer ajustes no Governo para melhorar ainda mais. Ele está convencido de que o setor da saúde ainda não está ainda o ideal, por isso deve realizar alguns ajustes na Secretaria depois de ouvir o titular da pasta.

(Na foto de David Melo, Kitty Lopes em Gramado (RS) com o seu neto Hugo Filho).

PERTO DE FAZER 10 ANOS ELDORADO SE MODERNIZA


O tempo passa rápido mesmo. Em 2015 o Cine Eldorado Garanhuns completa 10 anos de sua inauguração. A iniciativa de Paulo e Cristina Menelau - na qual muitos não acreditaram no início – deu certo e as duas salas funcionam normalmente, promovendo grandes lançamentos e atraindo grandes públicos, como aconteceu na última quarta-feira, quando da estreia de “Jogos Vorazes – A Esperança”. A fila para a sessão das 18h30 dava voltas no quarteirão.

Alguns dos funcionários do Cinema de Garanhuns estão lá desde o começo, como Seu Eduardo, que trabalha na bilheteria e faz serviços gerais. O projetor também está com 10 anos de casa.

Para comemorar uma década de sucessos no município e no Agreste, os proprietários do Eldorado (que administram outras salas de cinema na Região Metropolitana do Recife), já adquiriram equipamentos digitais para modernizar as salas de projeção. Também será instalado um telão para exibição de filmes em 3D.

Desde o início o Eldorado adota a política de lançar os grandes filmes do circuito comercial ao mesmo tempo em que eles chegam as grandes capitais. Assim aconteceu em 2005, com Harry Potter (quando estava saindo o segundo longa da série) e depois continuou com Missão Impossível (Tom Cruise), King Kong, O Código da Vince, Lula o Filho do Brasil, Gonzaga de Pai pra Filho, Dois Filhos de Francisco, Bruna Surfistinha, dentre outros.

Na próxima semana está prevista a estreia de “Boa Sorte”, o novo filme de Débora Secco. Também está programada a exibição do longa sobre a Irmã Dulce.

FILME QUE EMOCIONA – “Boa Sorte” tem emocionado o público por onde passa. No longa Deborah vive uma usuária de drogas que está com AIDs e tem pouco tempo de vida. Divertido nas primeiras cenas vai pegando as pessoas pelo coração e perto do final muitos não conseguem segurar o choro. Já teve até quem o comparou ao “arrasa quarteirão” A Culpa é das Estrelas.

Deborah Secco emagreceu 12 quilos para interpretar o personagem. Ela confessou ter sido esse o papel mais importante de sua carreira.

DECORAÇÃO DE NATAL EMBELEZA GARANHUNS


A decoração natalina, em Garanhuns, começou a ser instalada. Parte do material, incluindo laços, ursos de pelúcia, árvores e outros artigos tradicionais da época, foi produzido por mais de 20 artesãos garanhuenses. Com a ideia de promover o encantamento de ser criança no “Natal Luz 2014”, o pórtico de entrada da cidade, o Relógio das Flores, as avenidas Rui Barbosa, Duque de Caxias e Santo Antônio, ruas próximas ao centro, Polo Heliópolis e praça Souto Filho receberão as peças, que prometem encantar moradores e turistas a partir da próxima quinta-feira (27) – data da inauguração oficial.


Embora, mesmo durante a montagem a beleza das peças já começou a chamar a atenção dos moradores e de quem passava pelo Relógio das Flores, um dos primeiros pontos a receber a decoração. Cada um queria fotografar, e já compartilhar as fotos. Dona Rejane levou a filha para acompanhar os trabalhos de montagem e ficaram encantadas. “Ainda está mais belo que o ano passado, o Natal de Garanhuns realmente vem fazendo com que possamos sentir a magia dessa época em cada canto da cidade. Estou encantada, imagine quando a iluminação for inaugurada”, disse empolgada a moradora.

Entre os elementos que compõem a estrutura de iluminação, estão oito mil metros de mangueiras de LED, 20 mil metros de cordões em LED e tubos de cilindro snowfall (neve artificial). Em sua segunda edição, uma das grandes novidades do evento são os “Desfiles de Natal”, que acontecerão aos domingos, a partir do dia 30 de novembro, na avenida Santo Antônio. A programação completa pode ser conferida no portal da Prefeitura de Garanhuns, pelo endereço: www.garanhuns.pe.gov.br.

Texto: Cloves Teodorico e Jacqueline Menezes
Fotos: Luanny Porto

PREFEITURA DE GARANHUNS PAGA 2ª PARCELA DO 13º

A Prefeitura de Garanhuns paga nesta quinta-feira, dia 21, a segunda parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Município e dos funcionários da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns, AESGA. O valor corresponde a 60% do salário. A primeira parcela, referente aos primeiros 40%, foi paga em junho deste ano.

Com o pagamento do décimo pelo Governo Municipal, serão injetados mais de R$ 1.700,000,00 na economia local.

Para o prefeito Izaías Régis, o pagamento tem reflexo direto na movimentação econômica de fim de ano, principalmente do comércio local. “Muitas famílias se programam para comprar materiais para reformar a casa, pintar a casa, comprar roupas e presentes para as festas de fim de ano”, comentou o gestor.
De acordo com o Secretário de Administração, os servidores da Prefeitura de Garanhuns irão receber a segunda parcela do 13º no dia 20 de dezembro. “Há esse compromisso da gestão de efetuar os pagamentos em dia e, quando possível, até antecipá-los”, comenta o titular da pasta. 

Alguns municípios de Pernambuco estão com dificuldades de pagar o 13º. Felizmente este não é o caso de Garanhuns.

(Com informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura).


ATLETAS DE IATI DISPUTAM CAMPEONATO SUL AMERICANO DE BADMINTON

Pela primeira vez em sua história, o município de Iati vai participar de uma Competição Esportiva Internacional. Trata-se do Campeonato Sul Americano de Badminton, que acontecerá na cidade de Santo André, em São Paulo, de  8 a 14 de dezembro,  no Complexo Esportivo Pedro DellAntonia.

Sete atletas do Município foram convocados pela Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) e integrarão a Seleção Brasileira da modalidade nesta Competição. “Os convocados foram Igor Emanuel, Natan Albuquerque, Rafael Ferreira, Rafael Albuquerque, Breno dos Santos, Siziane Aldiclecia Barros e Maria Clara”, registra o professor Diego Silva, treinador dos atletas e Diretor de Esportes de Iati.

O Badminton é um esporte que usa raquetes e petecas de forma semelhante ao tênis. A prática da modalidade começou de forma tímida em Iati, mas já caiu nas graças da garotada. “Começamos com uma turma de 20 participantes, mas hoje já temos mais de 100 jovens praticando o esporte. E isso é motivo de alegria para nós, pois temos a oportunidade de consolidar Iati como uma força esportiva”, pontua o Diretor de Esportes do Município.

O professor Diego Silva reconhece o esforço da Prefeitura, da Câmara de Vereadores e dos comerciantes locais no apoio aos esportes na Cidade, mas chama a atenção para a participação da sociedade nesse projeto específico do Badminton em Iati. “As dificuldades são grandes, mas com o apoio da Prefeitura, do Prefeito Padre Jorge, dos vereadores, comerciantes, dos pais dos atletas e da população em geral, já participamos e conquistamos expressivos resultados em diversas competições nacionais, colocando Iati como destaque nacional. Sabemos das limitações, sobretudo financeiras, mas com um esforço conjunto, conseguiremos participar desse Sul Americano, com grandes chances de trazer para a nossa Cidade um título mundial”, finaliza o professor Diego Silva. 

OSCAR SE COMPORTA COMO UM ANIMAL EM CARUARU

Convidado para fazer uma palestra em Caruaru, esta semana, o ex-jogador de basquete Oscar se comportou como um verdadeiro animal. Foi grosseiro, tratou mal os presentes, reclamou de tudo e soltou palavrões como no passado jogava a bola na cesta. O clima entre os estudantes é de revolta e decepção.  A truculência do atleta-palestrante repercutiu – muito mal! – nas redes sociais e foi notícia em portais importantes do Estado e do País, como  o NE-10, do Sistema Jornal do Commercio e o UOL, do Grupo Folha de São Paulo.

Reproduzimos abaixo o texto de Fábio Aleixo, do Portal UOL:

Uma palestra de Oscar Schmidt sobre obstinação para alunos de uma faculdade de Caruaru (PE) não acabou bem no último domingo. Segundo o mediador do encontro e estudantes presentes, o Mão Santa demonstrou "arrogância" e "estrelismo".

O evento, organizado pela rede universitária Fadire, teve xingamentos, vaias e debandada em massa. O ex-jogador não foi encontrado para comentar o assunto. A mulher e secretária do ex-atleta, Maria Cristina Victorino Schmidt, afirmou não querer se manifestar sobre o assunto.

Dos 3 mil presentes na palestra, cerca de 600 deixaram o auditório em repúdio ao comportamento de Oscar. O valor cobrado para assistir ao evento variou entre R$ 60 e R$ 70.

Para fazer a palestra, Oscar recebeu um cachê de R$ 40 mil, mas a direção da faculdade estima gastos de R$ 80 mil com locação de espaço, publicidade e as demais despesas com o ex-jogador, como passagens aéreas, alimentação e transporte.

"Ele deu um show de arrogância e estrelismo. Quando soube que seria moderador de uma palestra do Oscar, eu fiquei empolgado, queria fazer fotos, postar em redes sociais. Mas foi uma decepção total. Foi uma experiência horrível, chocante e decepcionante", relatou o moderador Eliaquim Oliveira, que é jornalista e apresentador de um programa na TV Jornal, uma afiliada do SBT.

Segundo Oliveira, os problemas começaram antes mesmo do início da palestra. Ele diz que Oscar chegou atrasado ao shopping onde estava sendo realizado o evento e se irritou quando seu computador não apresentou conexão com o aparelho para exibição de slides disponibilizados pela faculdade. Ele também se recusou, ainda conforme Oliveira, a disponibilizar o material em um pen drive alegando se tratar de conteúdo particular.

Oliveira conta ainda que o microfone que ex-jogador de basquete havia levado apresentou problemas e Eliaquim decidiu emprestar o seu. Mas acabou ofendido.

"Ele disse que não queria usar aquele microfone pois era coisa de amador. O dele estava dando interferência e ele começou a xingar o operador de som, e soltar vários palavrões", disse Oliveira.

A atitude gerou a revolta de diversos estudantes, que passaram a vaiá-lo e deixar a sala. A irritação de Oscar foi aumentando, segundo testemunhas, à medida em que as pessoas deixavam a sala.

"A palestra foi uma total baixaria… insultou e humilhou a plateia em todos os momentos, reclamava o tempo todo com as pessoas que estavam tirando fotos dele dizendo que estava ali para contar a história dele e não para ser fotografado, pois quem quisesse tirar foto dele poderia ir embora. Enfim, só presenciei apenas 15 minutos de palestra, pois eu e mais centenas de pessoas nos retiramos dali, pois esses poucos minutos foram o suficiente para transformar aquele momento de satisfação e de aprendizado em ódio", escreveu em seu perfil no Facebook a estudante Cybeli Oliveira.

"São mais de 2 metros de puro desrespeito, cara ignorante. Ele achava que estava dando palestra para os amigos de boteco dele. Na palestra havia pessoas boas, atrás de um bom conteúdo", disse Adeildo Silvin.

A atitude do Mão Santa deixou chateada Pollyanna Lima, coordenadora distrital da Favire.

"Fiquei passada com a atitude dele. Pensei que teria um infarto. Fizemos tudo que ele pediu, trocamos a passagem aérea duas vezes, mudamos a data da palestra, que estava marcada anteriormente para o dia 23. Recebemos ele com todo o carinho e aconteceu isso. Os alunos tentaram ajudar quando deu o problema, mas ele não quis. Nunca mais pretendemos chamá-lo", afirmou.

Uma nota de esclarecimento da faculdade foi emitida aos alunos, que foram dispensados de fazer um relatório sobre a palestra.

"Enfatizamos que este núcleo não compactua nem aceita a atitude grosseira do palestrante para com os nossos alunos, os quais, sabiamente reconhecemos, deixaram seus afazeres no dia de domingo, pós-feriado, para buscar conhecimento. Portanto, informamos, que em protesto à conduta arbitrária e prepotente do palestrante, na elaboração do TCD, o aluno poderá, se assim o desejar, deixar de relatar a palestra 'Obstinação'", diz trecho da nota.